4min. de leitura

8 lembretes sobre autorrespeito

Cada vez que a gente se anula em prol do outro, o autorrespeito vai ralo abaixo.

Quando a gente não se respeita, as pessoas ao redor não nos respeitam também. E, assim, a autoestima desce a ladeira.


É fazendo o que não queremos para agradar ou para não perder o outro que tudo começa. Em se tratando de emprego, paciência. Às vezes, precisamos mesmo fazer o que não concordamos nem queremos. Mas, até na vida profissional, chega um momento em que temos que analisar e pesar tudo.

Voltando à vida pessoal, trouxe alguns lembretes sobre autorrespeito, para nós, mulheres, para que a gente não se anule para agradar a quem quer que seja!

1. Não vá a lugares que você detesta

Para quê fazer a “fina”?! Aí você detesta, mas vai para fazer “a social” e volta de lá pesada, dizendo a si mesma que não vai mais, sentindo-se mal. Não vá! É simples assim.


2. Não permaneça onde está se sentindo excluída

Foi convidada para a casa de alguém ou algo assim e está se sentindo deslocada? Retire-se. A sua presença não é sinal de trânsito que tem que estar onde está e pronto. Vá embora, em silêncio, sem se despedir.



3. Tire pessoas tóxicas do seu ciclo de convivência

Sabe aquela pessoa que só a procura quando precisa? Ou quando está na bad? Aquela criatura que só lembra de você quando está na pior?! Tire essa pessoa da sua convivência. Você não tem que ter esse tipo de “amizade” em sua vida.


4. Fale mais “nãos”

Sem culpa! Você não é a Madre Teresa de Calcutá. Não é uma ONG. Por mais positiva e do bem que seja, em alguns momentos da sua vida, dizer “não” é fundamental. Se você nunca diz, traz sobre si um peso enorme.


5. Tentar agradar a todos é fracasso na certa

Nem tente ser a Miss Simpatia! Quem gostar de você, ótimo. Quem não, melhor ainda. Sabe, você não tem que ser querida por todos. Seja você mesma, respeite as pessoas ao seu redor. Mas não perca tempo querendo agradar a todos.



6. Não aceite nada menos do que seus pais lhe deram

Eles deram carinho, amor, atenção, diálogo, reciprocidade. Aí você se encanta por um cafajeste e ele lhe oferece migalhas, dizendo ser “falta de tempo” e você fica só mais apaixonadinha. Socorro! Respeite-se! Largue esse cara de lado, logo, por favor!


7. Não faça o que você não quer para agradar o outro

Para agradar, por medo de perder. Não faça isso. Se é namoro ou casamento, início de relação ou anos de anos de vida juntos, autorrespeito inclui entender a sua vontade, o seu corpo. Fale com o seu parceiro sobre isso.


8. Não aposte de novo em “amizades” que lhe fizeram mal

Quando é amizade mesmo, ainda que haja discordância, o respeito permanece. Se a pessoa pisou na bola com você uma vez, fará de novo. Isso é o normal dela.

Cabe a cada um de nós, mostrar o limite quando a outra parte ultrapassa a linha do respeito. E quem mostra esse limite, somos nós mesmos ao nos sentir ofendidos.

Acione o autorrespeito e nunca mais o desligue!


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Amor: venerala/123RF Imagens.


Gostou da nossa matéria? Clique aqui para assinar a nossa newsletter e receba mais conteúdos.



Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.