8 sinais de que você precisa se amar mais

O amor-próprio é um sentimento essencial para vivermos com plenitude. Ele nos fornece a sabedoria necessária para entendermos as fases da vida, aceitarmos nossas imperfeições e erros, compreendermos o nosso valor e seguirmos em frente acreditando em nossas capacidades, mesmo nos piores momentos.

As pessoas que vivem sem amor-próprio, no entanto, levam vidas sem cor, sem alegria. Elas duvidam do próprio valor e se sentem presas em uma maré de inseguranças que parece não ter fim.

Existem alguns sinais que mostram que as pessoas precisam se amar mais. Listamos alguns deles abaixo.

Se você sentir que pode se beneficiar de uma dose maior desse sentimento tão poderoso, analise se seus comportamentos se assemelham aos mostrados abaixo, e se sim, procure maneiras de criar uma realidade mais feliz e positiva para si mesmo.

8 sinais de que você precisa se amar mais

1. Você coloca outras pessoas em pedestais e esquece de valorizar a si mesmo.

É normal admirarmos algumas pessoas com as quais convivemos e famosos dos quais somos fãs. No entanto, quando passamos a exaltar essas pessoas e nos colocar para baixo porque não temos sua vida, dinheiro, aparência, a situação começa a ficar sério. Precisamos enxergar nossas próprias qualidades únicas e tudo o que temos a oferecer a este mundo. Ninguém é superior a ninguém.


2. Você tende a se culpar por tudo.

Desde o mau dia de um amigo até aquela pessoa que por algum motivo decidiu se afastar, você acredita que tudo é sua culpa, que fez algo muito errado e agora está colhendo os resultados. Além disso, sempre acha que está incomodando com sua presença. Nem sempre as coisas são nossa culpa. Podem ser culpa de outras pessoas ou de ninguém, a vida tem seu próprio jeito de acontecer. Seja mais gentil consigo mesmo.


3. Você mantém um padrão de se relacionar com pessoas tóxicas.

Parece que você possui o dom de atrair apenas pessoas negativas para sua vida e viver relacionamentos unilaterais e tóxicos. A atitude sempre tem que partir do seu lado, e a outra pessoa não mostra interesse em retribuir. Defina padrões mais elevados e pare de se adaptar às outras pessoas. Você merece conexões onde exista respeito e reciprocidade.


4. Você teme a rejeição.

Desde muito cedo, você se viu obrigado a lidar com a solidão, e ela ainda está presente em muitos aspectos de sua vida. Nos relacionamentos românticos, tende a aparecer com mais intensidade. Dessa maneira, você raramente toma uma atitude em relação a alguém em que esteja interessado, porque já toma como verdade que se decepcionará. Você se sente indigno de amor, e tem dificuldade em acreditar que alguém realmente tenha sentimentos por você. Nem todas as pessoas em nossas vidas querem ou irão nos desapontar. Quando fechamos nossos corações, perdemos grandes oportunidades de felicidade.


5. Você não se sente confortável em sua própria companhia.

Ficar sozinho é um problema sério para você. Quando está em sua própria companhia, não consegue evitar pensar em todas as coisas erradas que já fez e criar problemas e situações negativas em sua mente. Por isso, está sempre em busca de companhias. Ter alguém por perto é sempre bom, mas buscar companhia para fugir de seus problemas internos apenas agrava a situação. Busque maneiras de tratar seus conflitos internos e sentir-se bem consigo mesmo, esse é o primeiro passo para uma vida melhor.


6. Você desiste facilmente.

Seu problema com o amor-próprio e autoconfiança o faz duvidar de suas próprias habilidades. Você não acredita que possui o necessário para conquistar coisas em sua vida, seja um bom trabalho, um amor, uma amizade verdadeira. Sua mentalidade é de falha, então assume que não há sentido em tentar, e muitas vezes acaba desistindo antes mesmo de tentar.


7. Você acredita que sempre há algo ruim prestes a acontecer.

Muitas vezes, sente que o mundo está contra você, que as coisas sempre darão errado de qualquer maneira, então, não há sentido em tentar encontrar a vida ideal.


8. Você é excessivamente competitivo.

Até certo ponto, você sente uma certa inveja das pessoas que admira, que considera mais bem-sucedidas, mais bonitas ou mais felizes do que você. Por isso, tende a criar competições em sua mente, tentando se sentir “superior”, porque só assim consegue se sentir melhor consigo mesmo. Foque mais em melhorar sua vida do que se comparar a outras pessoas. Comparações não nos levam a lugar algum.

Esperamos que você possa encontrar melhores maneiras de se amar mais e tornar sua vida mais feliz e bem-sucedida.





Deixe seu comentário