Como vou deixar alguém me amar, se não amo quem eu sou?

4min. de leitura

Precisamos nos amar, pois só dessa forma estamos prontos para retribuir a dedicação e o respeito necessários em qualquer tipo de relação.



Só nos tornamos capazes de entender o real significado do amor quando, antes de tudo, aprendemos a amar a nós mesmos. Só quando nos conhecemos e nos respeitamos é que conseguimos entender qual o tipo de amor que queremos receber dos outros. Quando descobrimos o próprio valor, nossos sonhos e metas, não aceitamos menos do que o carinho e a atenção que realmente merecemos.

Precisamos estar bem com nós mesmos, para só então investir num relacionamento. Todos os nossos traumas, erros, mágoas também formam a nossa personalidade, por isso é tão importante acertar contas com o passado, pois só assim conseguiremos ter uma vida plena no presente.

Somos especialistas em apontar e confrontar os sentimentos e atitudes dos outros, exceto os nossos. Quando não nos corrigimos, evitando repetir os erros, acabamos reprimindo um pouco do que somos.


A cada nova relação, vestimos uma máscara para esconder todas as cicatrizes que feriram o nosso coração, mas também nos tornaram pessoas mais fortes, melhores.

É impossível conseguir manter qualquer tipo de relação quando não mostramos a quem nos ama quem realmente somos, independentemente de nossas falhas e limitações.

Afinal, como alguém vai conseguir amar uma pessoa que não lhe demonstra quem realmente é? Uma pessoa que não se ama a ponto de não admitir os próprios erros, medos e inseguranças? Como é que alguém que não se ama pode amar outra pessoa? Não devemos nos envergonhar de nossas imperfeições, elas também são partes fundamentais da nossa personalidade.

Portanto, é fundamental aprendermos a nos orgulhar de tudo o que somos, não só das qualidades, mas também dos defeitos. A partir do momento em que nos aceitamos, entendemo-nos como seres complexos e cheios de especificidades, estaremos prontos para deixar que outras pessoas também nos amem.


O amor não busca perfeição, muito pelo contrário, ele não tem preconceito, preferência ou limitação.

O amor simplesmente acontece, e quando ele surgir, vai transformar tudo o que você imagina saber sobre a vida e sobre você mesmo, pois o amor é sinônimo de transformação, de recomeço. Que hoje e sempre, você descubra o próprio valor e passe a admirar cada característica da sua personalidade.

Quando nos orgulhamos de quem somos, atraímos ainda mais felicidade e, quem sabe, alguém que também saiba nos valorizar. Afinal, não existe nada mais lindo do que o respeito mútuo de duas almas que se amam, apesar de todas as suas inúmeras diferenças.

 

Texto escrito com exclusividade para o site O Amor. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.