Os 40 anos enchem de orgulho a mulher forte, madura e independente que me tornei

4min. de leitura

Nenhuma mulher deve se envergonhar de chegar aos 40 anos, depois de já ter superado inúmeros desafios e alcançado boa parte dos seus sonhos.



Os quarenta anos não devem ser temidos, muito menos ser motivo de vergonha ou desespero para nenhuma mulher. Essa data simboliza parte de uma trajetória que foi repleta de desafios, descobertas, inseguranças, mas também de conquistas, felicidade e muito amor.

Chegar aos quarenta anos deve ser visto como atingir o lugar mais alto de um pódio e poder dizer “eu venci”, mas com a certeza de que há muito pela frente.

Algumas pessoas, inclusive as próprias mulheres, acreditam que essa idade seja o fim da linha. A partir daí, cabe a elas aceitar o que são e se conformar até mesmo com aquilo que não lhes agrada, mas o fato é que esses indivíduos amargurados pela vida estão muito enganados. O tempo é um aliado para quem não se cansa de viver com intensidade e disposição.


Nunca é tarde para recomeçar, mudar de cidade, emprego, iniciar nova faculdade. Os quarenta anos consagram a maturidade e a independência de todas as mulheres.

Elas devem se orgulhar de não ter se deixado abater por nenhum percalço e continuar sendo fortes, independentes e determinadas.

Toda mulher, cada uma à sua maneira, mata um leão por dia, sabe como administrar com maestria a sua rotina pessoal e conciliá-la com a profissional. E essa capacidade não deixa de existir após quatro décadas muito bem vividas, pelo contrário, ela se intensifica. Chegar aos quarenta anos é como um presente do tempo para todos nós e em especial para as mulheres. Ainda há muito a ser desbravado.

Nessa idade, grande parte delas já construiu um relacionamento sólido, teve filhos, uma carreira e, mesmo para aquelas que fogem desse padrão, ainda há tempo de continuar em busca do que lhes traga felicidade e satisfação.


Nenhuma mulher perde sua força de vontade, carisma ou sede de viver só porque atingiu determinada idade. O futuro é uma fonte inesgotável de novos planos, sonhos, projetos e, por que não, recomeços?

A você, mulher, fica o recado: uma idade não resume a sua essência, não limita as suas vontades, muito menos é motivo para se privar de novas experiências.

Continue amando a vida e se amando, pois ninguém é mais merecedor do seu amor do que você mesma. O tempo passa rápido demais, por isso não o desperdice, deixando de aproveitar cada instante da vida.

Você continua forte, bela e ainda mais madura e independente.

 

Texto escrito com exclusividade para o site O Amor. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.