Solteira sim, sozinha apenas quando eu quero

Ser solteira me permitiu conhecer mais sobre mim mesma e, hoje, para alguém mudar o meu status de relacionamento, só se for realmente bom.

Muitas pessoas veem a solteirice como algo abominável, triste, uma realidade inaceitável que deve ser mudada o quanto antes, como se ter um parceiro do lado fosse a única coisa necessária para nos sentimos completos e absolutamente felizes, sem nenhum problema em nossas vidas.

Sinto-me tranquila ao dizer que, para mim, não há nenhum problema em ser solteira. De fato, desde que comecei a passar mais tempo em minha própria companhia, percebo que estou cada vez mais me tornando a pessoa que sempre desejei ser. Ser solteira me permitiu conhecer mais sobre mim mesma e, hoje, para alguém mudar o meu status de relacionamento, só se for realmente bom.

Frequentemente sou julgada pelas pessoas por preferir estar sozinha. Parece que a sociedade tem um sério problema para aceitar que alguém pode, sim, ser feliz sem alguém do lado. A todo momento me dizem que estou apenas mascarando a solidão e que nunca vou entender de verdade o que é o amor, enquanto não acordar do lado de alguém que me faz feliz.

Mal sabem que eu sou essa pessoa: eu me faço feliz e que descobri o que é amor justamente quando comecei a direcionar esse sentimento para mim mais do que para qualquer um que aparecia em minha vida com algumas frases prontas e umas flores nas mãos.

Não desacredito na felicidade a dois, apenas aprendi a olhar para ela com uma visão diferente.

Muitas pessoas, no desejo de não estarem sozinhas, acabam abrindo mão de muitos sonhos e objetivos pessoais, e com isso abandonam um pouco de si mesmas a cada dia para estar com alguém que muitas vezes nem tem um sentimento recíproco.

Eu não quero ter que lutar por um relacionamento que no fundo sei que não é para ser, apenas porque estou com a pessoa há muito tempo e é mais fácil tentar consertar o que eu já tenho do que ter que recomeçar do zero e me explicar para todas as pessoas que estão ao meu redor. Essa não é a realidade que eu quero viver, eu quero plenitude, felicidade.

Algumas vezes, gostaria de ter alguém ao meu lado para compartilhar momentos felizes e até mesmo para ter experiências românticas. Essa é uma parte muito importante da vida, mas prefiro esperar o momento certo do que me enganar vivendo sentimentos falsos e efêmeros.

Vivo minha vida tranquila, na minha, sem me apavorar para encontrar alguém. Se algum dia o destino colocar uma pessoa realmente especial, que chegará para somar e me trazer mais alegria, ótimo.

Enquanto esse momento não chega, eu prefiro ficar sozinha, porque um coração em paz vale muito mais do que uma vida romântica feliz de fachada.


Direitos autorais da imagem de capa: Pixabay




Deixe seu comentário