5min. de leitura

Você não será feliz em seu relacionamento se não estiver feliz consigo mesmo

Ainda que estejamos com a pessoa certa, que nos cuida e protege, se não estivermos bem nutridos de amor-próprio, ainda assim nos sentiremos inseguros e infelizes.



Temos o costume de colocar o peso de nossa felicidade e satisfação nos ombros de nossos parceiros. Acreditamos que é responsabilidade do outro fazer com que nos sintamos amados, completos e felizes, e quando ele não consegue nos oferecer a vida perfeita que idealizamos, nós o deixamos de lado, como uma roupa que não nos serve mais.

Agimos como se estivéssemos certos, mas a verdade é que essa é uma das atitudes mais egoístas que podemos tomar. Ninguém é responsável por nossa felicidade e enquanto atribuirmos ao outro a missão de nos fazer felizes, viveremos incompletos.

É claro que nossos parceiros devem nos tratar bem e nos ajudar a nos sentir confiantes, felizes e amados, mas eles não possuem total responsabilidade sobre como nos sentimos. Eles realmente não têm culpa das coisas que guardamos dentro de nossos corações e não podem ser responsabilizados pela nossa apatia na busca da felicidade.


Para que possamos ser realmente felizes ao lado de outra pessoa, precisamos aprender a ser felizes com nós mesmos, em primeiro lugar.

O amor-próprio é a base de qualquer outro amor. Sem ele ficamos realmente perdidos em um relacionamento.

Aprender a nos amar é algo que só nós podemos fazer por nós mesmos. Ainda que estejamos com a pessoa certa, que nos cuida e protege, se não estivermos bem nutridos de amor-próprio, ainda assim nos sentiremos inseguros e infelizes.

Entenda que a sua felicidade e a vida que deseja viver começam dentro de você. É normal querer estar ao lado uma pessoa que lhe dê motivos para sorrir e ser feliz, mas quando essa pessoa é tudo o que você tem, existem grandes chances de que você viva incompleto, porque ninguém pode nos preencher do amor que deve vir de dentro de nós.


Busque aquilo que o faz feliz, assuma a responsabilidade por sua felicidade, porque ela é apenas sua.

Se não aprender a viver feliz consigo mesmo, nem mesmo a melhor pessoa do mundo será suficiente. Cuide de suas expectativas, inseguranças e medos, cure tudo aquilo que o limita em sua mente e coração, antes que cheguem ao mundo real e coloquem em risco o seu relacionamento com a outra pessoa.

Muitas vezes, perdemos pessoas incríveis por coisas bobas. O seu parceiro pode – e deve – fazer com que se sinta bem, mas você também tem que fazer a sua parte. Cuide da sua saúde mental e emocional, não dependa de migalhas alheias para reconhecer o seu valor. Aprenda a se sentir bonita sem precisar ser elogiada por alguém, porque no final do dia as palavras de outras pessoas não significam nada, se não nos enxergamos com os nossos próprios olhos.

Quando você fizer do amor-próprio sua prioridade, será mais fácil aceitar o amor de outra pessoa e construir com ela uma relação forte, mas independente, em que duas pessoas que amam a si mesmas se uniram por um sentimento em comum, não porque uma precisa da outra para ser feliz.

O melhor relacionamento da sua vida começará quando você não depender de ninguém além de si mesmo para ser feliz.


Texto escrito com exclusividade para o site O Amor. É proibida a divulgação desse material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.


Direitos autorais da imagem de capa: Christiana Rivers/Unsplash.

Você sabia que O Amor está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.