3min. de leitura

Você sabia que já encontrou o amor da sua vida?

Talvez ainda não tenha se dado conta, mas você já encontrou o amor da sua vida!

Esqueça essa história de procurar pela alma gêmea, de sofrer por estar sozinho, de necessitar encontrar a metade da laranja ou a tampa da panela…



O amor da sua vida, meu amigo, é você mesmo!

Sinto informar, mas, ao contrário das expectativas, você não irá encontrar a felicidade suprema e inabalável quando achar um parceiro legal.

Isso é uma verdade difícil de aceitar, especialmente, para os mais românticos, mas hora ou outra na vida você vai ter que se render a ela…

Chega de correr atrás daquela(e) fulano(a), chega de inventar amores platônicos, chega de imaginar que deve existir alguém, nesse mundão de Deus, feito para lhe completar.


Enquanto você não parar para se olhar, aceitar-se, amar-se, nada vai preencher seu vazio.

É claro que temos almas parceiras, pessoas que super se identificam conosco, que nos trazem alegria e tal, mas nem vamos conseguir curtir isso realmente, se não estivermos, primeiramente, num “relacionamento sério” conosco mesmos…

Se não gostarmos de nós, não nos compreendermos e não nos acolhermos, em todas as nossas peculiaridades e imperfeições, não estaremos bem a ponto de nos relacionar de forma saudável com os demais…

Quantos relacionamentos não dão certo, quando poderiam, simplesmente porque uma das partes – ou as duas – tentam sugar o outro ao máximo, buscando preencher o seu vazio existencial… Não adianta, isso nunca acaba bem…


A nossa carência só é preenchida com amor-próprio.

O amor do outro vem só para acrescentar, para extravasar algo que já está presente… – Ame-se, então!

__________

Direitos autorais da imagem de capa: janifest / 123RF Imagens

Você sabia que O Amor está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.