10 dos 1000 motivos pelos quais eu sou apaixonado por você:

11min. de leitura

Por que eu me apaixonei por você? Você se pergunta, todos os dias, enquanto se olha no espelho e, em seu reflexo, tenta enxergar motivos para o brilho nitidamente apaixonado dos meus olhos. Sei que, às vezes, você acha que eu estou com você pelas suas íris claras e pelos seus seios grandes.



Não está enganada: eles (os seus belíssimos olhos e seios), com certeza, estão entre os motivos que mantém a minha paixão por você. Porém, saiba que tais atributos físicos, apesar de muito lindos, estão longe de encabeçar a imensa lista de coisas que considero extremamente apaixonantes em você e que amo.

Sou apaixonado por detalhes que você nem imagina. Duvida?


1. AMO QUANDO VOCÊ SAI DO BANHO E VEM CORRENDO PARA SE ESQUENTAR EM MIM

Para muitos, pode parecer detalhe irrelevante ou, até, uma atitude esquecível, mas eu acho uma das sutilezas mais bonitas do século. Gosto, mais do que lasanha, da sua cara de “esquente-me urgentemente, por favor!”. Um dia frio. Ouço o chuveiro sendo desligado e, já sob o seu edredom lilás, fico ansioso para que você venha logo para a cama. E você, exatamente como em meu desejo, sai do banheiro correndo, com a toalha ainda na cabeça e se enrosca toda em mim. Você trança as suas pernas nas minhas e assim, confortavelmente entrelaçados, ficamos até que os seus pés de gelo esquentem ou até que o despertador, tristemente, nos separe.



2. AMO O SEU MEDO DE GAFANHOTOS

Nunca, em 28 anos de vida, conheci alguém que, como você, tem um pavor tão grande de gafanhotos. E, apesar de saber dos riscos sempre iminentes de presenciar, junto com uma multidão pasma, seus chiliques, seus gritos histéricos, suas subidas repentinas em mesas de restaurantes e suas cambalhotas mirabolantes de medo, sou apaixonado pela sua “gafanhotofobia”. Acho até que, mesmo se você quisesse, eu não deixaria você se tratar. Sério! A cara que você faz quando seu radar percebe a presença de um gafanhoto no recinto, ou quando você se assusta com uma folha que cai de uma árvore, de verdade, é linda. Não estou brincando. Enche-me de vontade de ser seu herói e, se for preciso, de lutar contra imensas nuvens de gafanhotos ou, até, contra os gafanhotos gigantes que só existem no cinema hollywoodiano. E, depois que eu venço a fera, não há nada mais recompensador do que o abraço forte e ainda trêmulo que você me dá. Sei que você é independente e que, na maioria dos casos, não precisa da proteção masculina. Mas, sinto-me bem quando salvo você das perigosíssimas garras dos diabólicos, monstruosos e perigosos insetos conhecidos popularmente como “gafanhotos”.


3. AMO A MANEIRA COMO SE VOCÊ ENCAIXA EM MEU PEITO

Nunca vi, nem em novelas da Globo, uma cabeça se encaixar tão bem em um peito. Nos meus relacionamentos anteriores, depois de certo tempo apoiadas em meu peito, as cabeças começavam a pesar e faziam com que uma simples posição se tornasse insustentável. Com você é diferente: sua cabeça parece nunca pesar além da conta e, certamente, é anatomicamente compatível ao meu peito – como se você tivesse sido moldada para deitar em mim. Além disso, gosto muito de saber que você também se sente totalmente confortável quando usa o meu peito como travesseiro. Tão confortável que, muitas vezes, para não pegar no sono antes do capítulo da série acabar, evita deitar lá. Pois, felizmente, dorme muito bem sobre o meu coração.


4. AMO³ O SEU PROFISSIONALISMO NO CAFUNÉ

Sim, você é uma profissional no cafuné. É imbatível na arte de acariciar a minha cabeça com os dedos. Quando você me faz “ruik-ruik” (forma que carinhosamente apelidamos o cafuné), eu sinto um arrepio gostoso na espinha e relaxo mais do que se tivesse fumado um baseado enrolado em folhas de maracujá. E você, apesar de odiar esportes, provou-me que é uma resistente atleta da categoria “Cafuné Sem Barreiras” e que consegue mexer os dedos, sem perder a precisão, por horas seguidas. E sabe o mais incrível? Você, mesmo após dormir, é capaz de continuar fazendo cafuné por cerca de 25 minutos. Como não se apaixonar?



5. AMO A FORMA COMO VOCÊ CUIDA DE MIM QUANDO EU FICO DOENTE

Assim como 98,8% dos homens, eu aguento – ou finjo aguentar -, sorrindo, um soco na cara e uma picada de abelha na pálpebra, porém, quando a maldita febre vem, eu confesso: fico mais vulnerável do que um filhote de passarinho nas mãos cruéis de um moleque endiabrado. Olho para o termômetro e, ao constatar que a temperatura do meu corpo passou dos 38, sinto-me à beira da morte e que preciso, urgentemente, de cuidados profissionais. E você, melhor do que qualquer médica, curandeira ou plano de saúde, sabe bem o que fazer. Sabe, exatamente, como me confortar e, apenas com carinho, faz-me esquecer da garganta que arranha feito giz em lousa áspera e do corpo que fraqueja feito perna de sedentário após maratona. Você é mil vezes melhor do que BENEGRIP, meu bem.


6. AMO A CARA FINGIDA QUE FAZ QUANDO EU ERRO A MÃO NA COZINHA

Claro que eu gosto de sinceridade. Porém, existe um caso no qual eu prefiro a sua cara fingida: quando eu mando mal em alguma invenção culinária e você, para não me deixar ainda mais frustrado, diz: “Até que ficou bom, apesar de feinho”. É sinal que você valoriza, como eu espero, a intenção mais do que a minha questionável habilidade como cozinheiro. Quando eu fiz a mais grossa (cerca de 3 centímetros de espessura) e salgada das panquecas, por exemplo, você não reclamou. Apenas me pediu para buscar a garrafa de água, já que apenas um copo, obviamente, não seria suficiente para nos salvar da desidratação.


7. AMO A FORMA COMO VOCÊ TRATA OS CACHORROS, GATOS, PAPAGAIOS, SAPOS E…

Como não admirar e, consequentemente, apaixonar-se por alguém que trata tão bem os animais? É bonito ver você fazendo carinho em um gato, por exemplo. É sincero. É honesto. Aumenta, inclusive, a minha esperança no resto da humanidade. Você, quando cuida de um cachorro machucado ou quando tenta ajudar um passarinho que caiu do ninho, de certa forma, mostra-me que é possível continuar a ter fé no mundo e nas pessoas. Tirando o seu preconceito contra gafanhotos, admiro, de verdade, a forma doce como você trata os animais. Não tenho inveja dos cachorros que também ganham o seu cafuné, e sei que eu, por você já ter me dito, faço a mesma cara que eles (os vira-latas) enquanto estou sendo hipnotizado pelos movimentos dos seus dedos.


8. AMO QUANDO VOCÊ FICA BÊBADA E FINGE QUE ESTÁ SÓBRIA

Só você não nota. O mundo inteiro sabe que tomou uns goles a mais. E eu, pelo tanto que conheço você, sei perceber o exato gole que a transforma. Você diz “Eu não estou!”. Não quero incentivar o seu alcoolismo ou ajudar você a destruir seu “Figueiredo”, porém, tenho que dizer: acho uma graça (falei igual à Hebe) quando você fica bêbada e, sem perceber, muda até o tom de voz. Gosto quando chegamos de uma festa, deitamos na cama e você, mesmo após ter escovado os dentes, exalo um hálito de cachaça misturada à pasta dental. É sério. E, junto com as notas olfativas de pinga, você costuma confessar que gosta de mim e eu, também bêbado, faço as minhas confissões. E rodamos juntos, na mesma cama. E, no dia seguinte, compartilhamos a ressaca e, apenas da boca para fora, dizemos: “Nunca mais vou beber!”.


9. AMO QUANDO VOCÊ ME PEDE PARA EXPLICAR ALGO A VOCÊ

Não imagina o quanto eu fico feliz quando você me pede para explicar algo – do final do filme à reprodução das cascavéis. Não importa. Gosto de explicar qualquer coisa a você. E, mesmo que eu não saiba o porquê, farei questão de consultar o Google ou a velha Barsa para, como um professor paciente, fazer com que a sua dúvida seja assassinada. O que quer saber?


10. AMO QUANDO VOCÊ ACORDA COM OLHOS DE PANDA

Quando olho para lado e vejo você despertando com olhos de panda, ou seja, com a maquiagem da noite anterior totalmente borrada, sinto-me um privilegiado. Sabe por quê? Pois é um sinal claro de que você, quando está comigo, não tem vergonha de borrar os olhos ou de, como eu já vi muito por aí, desarrumar o cabelo. É sinal de que você, ao meu lado, sente-se confortável para ser você, borrada, maquiada ou sem nada – maquiagem e roupa. Entendeu?

As bundas, coxas, seios e sorrisos são obviamente apaixonantes, porém, cara leitora, saiba que nós (homens), assim como vocês (mulheres), em coisas aparentemente pequenas, encontramos grandes motivos para imensas paixões. Os homens, geralmente, apaixonam-se pela complexa soma de características (das comuns às bizarras) que fazem com que cada mulher, sem dúvida, seja um exemplar único.

____________

Por: Ricardo Coiro – Via: Superela –  (Superela é uma plataforma capaz de fazer as mulheres mais felizes, tudo de especial sobre Amor, Sexo, Vida, Beleza e Estilo! Mais textos incríveis em: Superela.com)

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.