40 coisas que mais estragam os relacionamentos ao longo do tempo:

6min. de leitura

1. Contar intimidades do casal para os outros.



2. Ciúme exagerado. Às vezes, o ciúme de um pode alimentar o ciúme do outro, virando um ciclo cujo único fim é o fim o do namoro.

3. Quando o cara começa a ser grosso com a namorada só porque está de mau humor. Nesse momento, nós começamos a reparar na simpatia e na delicadeza dos nossos colegas de trabalho.

4. Facebook.


5. Falta de romantismo e de surpresas, de pequenos mimos. Não precisa gastar dinheiro para fazer surpresas. Bilhetinhos, chocolates, cartas, cartões, um SMS de “boa noite”, uma música que você ouviu e o fez lembrar a pessoa… Tudo isso tá valendo.

6. Desencanar de apimentar a relação. Não se preocupar mais com sexo em lugares diferentes, bilhetes e mensagens picantes, trocar fotos eróticas, sugerir brinquedos novos, testar novas posições.

7. O excesso de autoconfiança. Muitos imaginam que, por estarem há anos juntos, o jogo já está ganho e nada mais é preciso fazer para agradar, surpreender e conquistar ainda mais o outro.


8. Fazer papai-mamãe todas as vezes e transar apenas uma vez na semana.

9. Não resolver os problemas por completo. O tempo passa e qualquer discussão é motivo para jogar na cara um desentendimento do passado.

10. Masturbação.

11. Ausência de programas só do casal. Com o tempo, casa da mãe/sogra/tia aos fins de semana acaba tornando-se rotina, e aquele cinema a dois ou uma sessão de filme em casa acabam caindo no esquecimento.

12. Quando a namorada não apresenta os amigos com quem costuma sair.

13. A falta de comunicação: as pessoas vão esquecendo que antes de marido ou namorado, o parceiro é amigo. Por que não conversar com ele como se conversa com as amigas?

14. Convivência extrema. Passar muito tempo com a mesma pessoa (digo diariamente, constantemente, a cada minuto), sem sair com amigos, sem visitar a mãe e a irmã sozinha, sem o cara. Isso deixa o relacionamento chato, porque o cônjuge será o único alvo das suas reclamações, observações e objetivos. Isso acaba com qualquer amor!

15. Sentir ciúmes dos amigos e ter que dividir o tempo entre namoro e amizades. Seria tão mais fácil se todos pudessem sair juntos e felizes…

16. Ligações insistentes, mesmo quando eles(as) sabem que estamos ocupadas(os).

17. Viver comparando o meu desempenho e meu modo de agir ao dos antigos parceiros.

18. Intimidade exagerada! Por favor, necessidades com a porta do banheiro aberta não, né?

19. Cobranças demais. É preciso ter em mente que os dois continuam sendo dois e têm suas vidas pessoais. Cobrar demais sufoca.

20. Rotina. Você chega, dá um selinho. Sai, dá um selinho. Pela abolição do selinho nos relacionamentos! Mais beijões :)

21. Não incluir a(o) companheira(o) em programas que ele(a) gosta de fazer.

22. Querer saber tudo o que aconteceu antes de você conhecer a pessoa. Desnecessário!

23. Não expor a suas ideias, concordar com tudo que o outro diz e sempre responder que “tanto faz”.

24. Dar mais atenção aos outros (especialmente ao celular) do que à (ao) namorada (o).

25. A falta de dinheiro ou passar por uma má fase na vida financeira.

26. O orgulho, aquele joguinho de ‘ai, tô com saudade dele(a), mas vou esperar ele(a) me ligar.’  No fim, os dois acabam fazendo isso, e ninguém mais se fala.

27. Se transformar em pai e mãe e esquecer que são homem e mulher.

28. Ser insensível e nunca se lembrar das datas importantes.

29. Desleixo com a aparência. Não é porque estamos juntos há muito tempo que não é mais necessário cuidar do corpo, das roupas etc. Estar bem consigo próprio é essencial em todas as fases, não apenas na hora da conquista.

30. Interferência da(s) família(s).

31. Afastar-se dos amigos.

32. O descuido em não mais demonstrar nem dizer que ama. Todos os casais deveriam dizer “eu te amo” todos os dias de suas vidas. Não de uma forma mecânica, mas com sinceridade, com zelo. E fazer com que a pessoa se sinta amada nas pequenas coisas do cotidiano, pois são elas as que mais importam e fazem a diferença.

33. Cometer erros e vacilos repetitivos só porque sabe que sempre haverá perdão.

34. Vigiar a todo o momento o que o outro faz. Não é legal ficar seguindo cada passo do parceiro nas redes sociais.

35. O fato de os homens acharem que DR é discussão, enquanto só queremos dizer como estamos nos sentindo.

36. A falta de confiança. É horrível saber que você está com uma pessoa há algum tempo, e mesmo assim ela não te conhece bem a ponto de desconfiar de ti a todo momento.

37. Com certeza, são os objetivos do casal. Se os objetivos não são comuns, mas são compartilhados e incentivados, o casal sofre pouco desgaste no relacionamento. Agora ter ao lado alguém que não te encoraja faz o relacionamento se deteriorar. E não tem volta.

38. Brigar sempre que a outra pessoa expressa a opinião dela sobre determinado assunto e contraria você.

39. Não querer assumir a seriedade do relacionamento e, mesmo após anos, não querer casar nem morar junto.

40. Mentiras.

___

Postado originalmente por: Casal Sem Vergonha

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.