Amor dói, mas não fere

2min. de leitura

Falo do amor livre, que enche o coração e salta os olhos. Não desse querer egoísta e estúpido. Esse unir de almas que quer dominar o outro como se aquele fosse uma propriedade nossa. Falo do amor com risos e lágrimas. Porque o amor dói também.
Dói, mas não fere. E o amor cura.



Falo do amor que vive pelas gargalhadas. O amor que aperta abraços e que machuca com cócegas. Amor não é doença. Amor é anticorpos.

Falo do amor que não tem grades. Amor é grande demais. Amor tem asas. Amor não tem casa. Amor é um país com flores e praias desertas. Feliz é quem descobre o amor e de quem o amor faz descoberta.

Falo do amor, não de relacionamentos. Amor não cessa. Não cisma. Não termina. Amor é uma linha contínua rumo ao infinito. Eu falo de amor, não dessas frases cuspidas em saudações quaisquer. Amor não é palavra. Amor é olhares e calafrios.


Amor é vida. Mas bom, deve ser, morrer de amor.

 

___


Escrito por Hugo Rodrigues – Via Entenda Os Homens

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.