Dependência

4min. de leitura

Dependa apenas de si, esse é o segredo para alcançar e manter uma boa autoestima sem se abalar com o que os outros pensam a seu respeito.



Durante o nosso processo de amadurecimento, existe uma parte de nós que insiste em não crescer. Gostaria de trabalhar essa parte com o intuito de nos libertarmos de falsas interpretações e assim garantir a harmonia em nossas vidas.

Para começar, quero reforçar a seguinte ideia: a paz interior só se fará presente quando você se bastar. Só você. Pare, portanto, de se preocupar com a opinião alheia. Lembre-se de que quem está dependente do outro tem de estar preparado para tudo: não só receber elogios, mas também críticas. Fica totalmente vulnerável. Situação um tanto desconfortável essa, não é mesmo? Então, domine de uma vez por todas essa maldita dependência!

A salvação do ser humano existe: é parar de querer coisas do outro. Essa parte é infantil porque quer viver da compreensão alheia. Torno a dizer: é você quem precisa da sua compreensão. Além do que, ninguém é capaz de entender a gente cem por cento. Existem ainda aquelas pessoas que vivem afirmando que são carentes. Ora, isso é uma vergonha! Carência não significa que você precisa receber, e sim dar. Dar para si mesma. Se preencher com seu próprio eu. Nada é mais importante que a sua aprovação, o seu amor, seus sentimentos e sensações.


Só para ilustrar, quero lhe dar um exemplo. Uma das melhores coisas no mundo não é ter o próprio dinheiro? Pois bem, quem tem esse privilégio faz e acontece; tem autonomia e é livre para escolher boa parte dos seus caminhos. Por outro lado, aquele que depende de outro financeiramente fica totalmente à mercê dele para tomar qualquer decisão que envolva dinheiro. Fica preso, atado. Pois bem, aplique agora essa situação na relação afetiva. É a mesma coisa. É terrível depender da atenção, do carinho, do incentivo, do apoio do outro para ficar bem, se sentir feliz. Em outras palavras, quero fazê-la entender que, se você está nessa carência, é apenas você que tem que se resolver. Carência significa que não estou fazendo o que preciso por mim. É uma relação íntima. Só você pode se preencher.

A ciumenta? Ah, essa sofre! Sofre porque ciúme é sinônimo de autoestima abalada, de não valorização. A pessoa passa a exigir em demasia do parceiro, fica viciada no outro. Quanto mais ela exige, pior sua autoestima. É um ciclo vicioso. Ciúme nada tem a ver com amor. O ciúme pode, inclusive, levar à loucura. Ele está voltado à atenção; a pessoa quer toda a atenção para si. Isso vira tragédia grega! Veja bem: quanto mais madura você é, melhor serão seus relacionamentos, especialmente os afetivos. Significa que, quando você se aceita e se valoriza, se torna uma pessoa completa, despreocupada e espontânea. Resultado, só atrai coisas boas. Quando pararmos de nos submeter à aprovação e aceitação dos outros, nossos caminhos tenderão a fluir.

 


Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.