Esposa doa rim para ex-marido doze anos após separação e ajuda a salvar sua vida

Relacionamentos são complicados e nem sempre dão certo, mas as separações não precisam ser traumáticas, e os ex-parceiros não precisam passar a odiar um ao outro ou fingir que nunca se conheceram e nem viveram bons momentos juntos.

É possível manter a amizade com companheiros antigos, se ambos forem maduros, bem resolvidos e seguirem em frente com sabedoria e desejo de uma vida nova. Preservar laços positivos é um grande dom, e é muito importante mantermos as pessoas especiais por perto, afinal nunca sabemos quando mais vamos precisar de sua ajuda.

Um caso que aconteceu recentemente no Paraná mostra a importância de não cortar seu antigo parceiro de sua vida, porque ele pode ser fundamental para você, mesmo que não estejam mais juntos.

Beth Caperclaro doou um de seus rins para o ex-marido, Claus Ziegelmaier, após mais de 10 anos separados, para ajudar a curá-lo de uma doença que lhe causava muito sofrimento.

O casal ficou junto por 17 anos, e quando perceberam que era o momento de se separarem, fizeram isso de maneira saudável, sem brigas ou mágoas.

Depois de um tempo, Claus casou-se novamente e em seguida descobriu essa doença, que ocasionou a perda da função dos rins. Ele passava por sessões de hemodiálise três vezes por semana, quatro horas por dia, há quatro anos, uma rotina extremamente exaustiva, tanto para Claus, quanto para a família. Foi então que o médico lhe disse que um transplante de rim melhoraria as coisas, e a família começou a ir atrás de possíveis doadores.

Em um encontro inesperado no período da busca, Amanda Ziegelmaier (atual esposa de Claus), encontrou Beth na rua, elas já se conheciam e por isso Amanda acabou comentando da situação do marido:

“Foi um dia que eu estava muito mal e conversei com ela. Ela queria saber como Claus estava e, neste dia, ela falou que queria pelo menos tentar fazer o exame para ver se podia ajudar ele de alguma forma”, conta Amanda.

Beth então fez o exame de compatibilidade e descobriu que poderia fazer a doação para o ex-marido. Feliz com a notícia, ele tomou coragem e realizou a cirurgia, para ajudar a salvar sua vida.

“Por gratidão, sabe? Dezessete anos junto com uma pessoa que nunca fez isso aqui de mal [fazendo um gesto com as mãos]. Então eu acho que eu devia isso a ele como agradecimento da pessoa que ele foi para mim no passado”, disse Beth.

A aconteceu dia 30 de novembro de 2018, em Londrina, no Paraná. Tudo correu muito bem e Claus é infinitamente grato pela atitude de sua ex-companheira, que provou ser também uma grande e verdadeira amiga.

“No começou eu levei até um baque quando minha esposa falou, porque é um gesto de amor. Não de quem menos espera, mas nós tivemos uma vida juntos e fomos separados pelo destino, e o destino nos uniu de novo”, relatou Claus e ainda acrescentou: “Como éramos esposo e esposa, agora somos irmãos de sangue”.

Beth diz que agora ganhou uma nova família e Claus, uma nova vida.

Já Amanda compartilha da mesma gratidão de Claus, e está extremamente contente por ter a chance de recomeçar junto com seu marido:

“Não existem palavras para agradecer o que ela fez. Ainda não inventaram essa palavra. É uma gratidão que a gente vai levar para o resto das nossas vidas”.

Uma grande atitude de amor, gratidão e respeito. Exemplo para todos nós.

Se você gostou, deixe um comentário abaixo e compartilhe a notícia em suas redes sociais!


Direitos autorais das imagens utilizadas no texto: Arquivo pessoal




Deixe seu comentário