Idosos de 100 e 103 anos se casam e provam que não há idade para o amor

4min. de leitura

Phyllis e John eram viúvos e se conheceram em uma casa de repouso, onde descobriram afinidades e decidiram dar nova chance para o amor.



O amor que nasce entre duas pessoas é capaz de causar algumas das experiências mais ricas de nossa vida. É nos relacionando que nos casamos, constituímos família e formamos as memórias que nos orgulham e tanto dão sentido a quem somos.

Há quem siga essa realidade à risca e viva por aí se aventurando entre um relacionamento e outro, desesperado, em busca de um par ideal. Entre as mulheres, essa busca pode chegar a níveis ainda mais críticos, devido à cobrança da sociedade e da família.

Algumas acreditam que o quanto antes se casarem, maiores as chances de serem felizes e menor o risco de ficarem solteiras, sem perceber que não precisam de um homem para alcançar o próprio bem-estar.


O fato é que a nossa vontade pouco importa quando o assunto é o amor, pois esse sentimento tão magnífico segue as próprias regras, não há um tempo previsto e surge até mesmo nos momentos mais improváveis.

A linda e inspiradora história do casal Phyllis e John Cook, por exemplo, é uma prova de que também não existe idade certa para o amor.

A carismática Phyllis tem 103 anos e John, 100. Ambos eram viúvos e decidiram dar uma nova chance para a paixão ao se conhecer na Kingston Residence of Sylvania, uma casa de repouso para idosos, nos Estados Unidos, onde eles foram morar.


Eles foram se encantando um com o outro enquanto dividiam muitas de suas histórias e o gosto pela culinária.

Ao portal da NBC, John ressaltou que ele e Phyllis foram descobrindo que tinham várias afinidades em comum, com o passar do tempo, e se divertiam muito juntos.

Quando se deram conta, já estavam apaixonados. Ele opinou que isso pode até parecer impossível para algumas pessoas nessa idade, mas foi exatamente o que aconteceu com ambos.

Entre os hobbies preferidos do casal, John e Phyllis dividem refeições, passam horas sentados sob o sol ou até passeando pelos corredores da casa de repouso em suas scooters de mobilidade.

E se engana quem pensa que, por conta da idade avançada, o casal teve pressa para o casamento; o namoro durou um ano.

O objetivo dos dois é estar um ao lado do outro até os últimos dias de sua vida. Que história mais linda!

John e Phyllis são o exemplo de que nunca é tarde demais para encontrar o amor e celebrar a sua importância.

Que cada um de nós possamos ter um relacionamento tão inspirador quanto o desses dois simpáticos velhinhos.

O que você achou dessa linda história?

Deixe o seu comentário e compartilhe-a nas redes sociais.

 

Texto escrito com exclusividade para o site O Amor. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos. Direitos autorais das imagens do texto: reprodução.

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.