Não volte pra mim

5min. de leitura

Faça-me um favor: não volte pra mim.



Isso mesmo, não volte.

Nem hoje, nem amanhã. Nunca mais.

Esqueça as palavras que ensaiou durante toda a semana com as mesmas desculpas esfarrapadas. Não gaste dinheiro para comprar flores, nem chocolates. Não me chame pra jantar, nem diga que quer assistir um filme de conchinha. Não ligue para os nossos amigos, nem diga que sente saudade de ver jogos com meu pai.


Use teu teatro de outro jeito. Cansei de ser peça de fantoche. Daqui pra frente, vou fazer papel principal. O meu.

Vou ser diva, princesa, bruxa. Ser o que eu quiser e quando quiser.

Te peço: se ainda tem algo bom dentro de você, não volte.


Eu já perdi as contas de quantas vezes estivemos nesta situação, e quantas vezes achei que tudo ficaria sem sentido se você não voltasse. Mas quer saber? Se você voltar, as coisas ainda vão ficar sem sentido. Porque, além de você, eu também sou o problema.

Eu é que venho aceitando viver com o pouco que você me oferece. Eu é que me condicionei a sorrir diante da tua presença, mesmo sentindo que as coisas perderam a graça há um bom tempo. Eu é que tô tentando proteger alguém que só sabe aprontar.

Eu que aceito demais, me machuco demais e me derroto a passos largos.

Hoje, quando pensei em nós, vi meus olhos pintados no espelho. Foi duro ver que está sem brilho o que antes tinha tanta vida. E eles se encheram de água quando pensei nas coisas que você me faz e nas coisas que não me diz. A minha falta de amor próprio gritou tão alto quanto a tua incapacidade em ser honesto comigo. Meu corpo parece não suportar o peso de carregar um amor fracassado.

Por isso peço, não volte pra mim dessa vez.

Eu não quero uma vida de idas e vindas. Não quero alguém que vai só pelo prazer de me fazer chorar. Alguém que me quer ver pedindo desculpas pelas coisas que não fiz. Não quero que volte só porque não tem outra opção. Não preciso de uma pessoa que só acredita em coisas finitas e que fazem doer. Se for pra abrir, quero que seja caminhos e não feridas.

Não volte pra me provar mais uma vez a tua falta de vontade, o teu marasmo para as coisas boas da vida. Antes de pensar em alguém, cuide de você e pense nas coisas que ainda precisa saber sobre o amor.

Não me obrigue mais a alimentar teu ego e saciar teu corpo. Você também não vai ser feliz desse jeito. Eu não posso te preencher, você não pode me completar.

Então fica aí e não volta.

Se você é vazio, seja ao menos responsável com os sonhos alheios.

Vê se me erra e me deixa voltar a ser quem eu era, a amar como posso, sem ter que pedir consentimento pra estar na vida de alguém. Porque agora quero gastar os dias e os planos com quem se abre para as pessoas, com quem anda lado a lado sem medo. Quero gente que se gasta sem dó, que não se poupa, porque entende que a vida é feita pra viver.

Mesmo que em algum momento eu seja fraca e te peça pra voltar, não volta, não. Seja forte também. Se bater carência, pensa no futuro.

Certamente lá, estaremos mais felizes.

Eu aqui.

Você, onde jamais vai me interessar estar outra vez.

 

___

Por Carolina Souza – Publicado Originalmente em Superela 

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.