AmorColunistasReflexão

O dia em que descobri o amor…

Quando criança idealizava o amor de tal maneira que inúmeras são as pessoas que o idealizam dessa forma até hoje.



Acreditava que amor era o príncipe encantado chegando ao cavalo branco, sorrisos e flores todos os dias, imaginava o mais lindo de todos os sentimentos e sim, ele é lindo, depende de como você o vê e o vivencia.

Até o dia em que minha mãe caiu em depressão, na época eu tinha apenas treze anos, foi nesse momento da minha vida que todas as idealizações ficaram para trás e passei a vivenciar o verdadeiro amor. Havia momentos em que sentava no chão da sala em plena madrugada e chorava com ela os demônios que ela vivia ou então, precisar voltar para casa mesmo fazendo minutos que havia saído, porque ela ligava chorando dizendo que não queria ficar sozinha e foram meses assim.

O DIA EM QUE EU DESCOBRI O AMOR - FOTO  01


Se você tem em mente que amar é só dizer palavras lindas, postar fotos e fazer declarações, meu amigo (a) que tamanho engano é o teu. Sabe por quê?

O amor está escondido nos detalhes, amor é quando não se tem nada a dizer a não serem as lagrimas que escorrem, amor é renuncia. Não gostaria de te assustar, mas preciso dizer que o amor é um sentimento doloroso.

Inúmeras são às vezes em que você vai precisar se jogar na lama em que o outro está vivendo para ajuda-lo a se reerguer e isso não será tarefa fácil. É preciso ousadia e sentimento verdadeiro para uma atitude radical como essa.


Amor é viver as doenças, as dores, dançar nos limbos que a vida impõe, é viver de corpo e alma a vida do outro.

Não cabe aqui só o amor matrimonial e sim amores que você vem tatuando em sua alma. Se alguma vez nessa vida alguém te deixou pelo fato de ter acabado seu dinheiro ou depois que você descobriu alguma doença, desculpe a minha sinceridade, mas essa pessoa ainda não descobriu o significado do amor.

O DIA EM QUE EU DESCOBRI O AMOR - FOTO DE CAPA E FOTO 02


Amor é você estar disposto (a) a viver dificuldades, é dar forças ao seu companheiro (a), a sua família quando as deles esgotam. Se mesmo dizendo tudo isso, você ainda compreendeu o que é amor, convido-te a olhar para a cruz de Jesus, ali tenho certeza que encontrará respostas. Jesus morreu em uma cruz e foi de amor por nós, Ele carregou a cruz de nossas vidas. E você tem carregado à cruz da vida do teu irmão (a)?

Que dolorido falar tudo isso, mas o amor é exatamente isso, carregar a cruz, se jogar no lamaçal da vida do outro. Amor está escondido nos detalhes, na saúde e na doença. Amar é viver intensamente a vida dos nossos. Amar é ficar mesmo quando tudo parece desmoronar.


Não quero ter razão. Quero ter paz para viver tudo o que sou!

Artigo Anterior

O que nos move adiante, mesmo em meio aos maiores desafios?

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.