Solteiro sim, feliz também

6min. de leitura

Todo mundo quer alguém, eu também mas, desse todo mundo, pouca gente se vê feliz sem alguém. E eu, ah, eu me vejo, eu devo me ver.



Comigo as coisas vão bem, poderiam estar melhores, como sempre desejamos que sejam, mas de verdade, está tudo bem. Eu tenho um emprego e uma família para me dar apoio. Tenho amigos nos quais posso contar e, de vez em quando, eu me aventuro em uns beijos de que não me lembro direito quando acordo, às vezes, conhecendo alguém por um app no celular, às vezes, entre uma ou outra dose, numa sexta, no bar ou no meio de uma pista para dançar. Faz parte, é vida que segue…

Se eu não conseguir ser feliz sozinho, eu nunca vou conseguir fazer alguém feliz comigo.

Por mais óbvio que pareça, isso é algo que sempre deve ser lembrado. Eu não quero ter alguém comigo para me ajudar a ser feliz, se eu não sei fazer de mim mesmo alguém feliz. Falando nisso, eu preciso me cuidar mais, preciso arranjar um tempo para arranjar tempo. Aliás, tempo sempre arranjamos. Confesso que caio fácil nessa desculpa de que “a vida anda corrida, né, chego em casa cansado demais e quero dormir logo”. Quem nunca disse isso?

O que eu tenho percebido é que essas desculpas têm se tornado parte da minha rotina, daquela mesma rotina que eu digo detestar. E nessa se passam semanas, meses e anos. Existe uma academia me esperando para me ajudar a ficar bem comigo mesmo, não com alguém; aquele curso em que eu sempre me esqueço de me inscrever; e as férias que eu poderia planejar melhor para viajar.


Hoje eu não estou disposto a esperar alguém aparecer, até porque não sou eu quem manda.

Eu mal consigo esperar a comida do micro-ondas ficar pronta e já fico pausando os segundos, mesmo sabendo que vou comer depois, que dirá aceitar esperar que chegue alguém que vai me fazer bem, mas que não tenho nem dica de quando vai chegar? Esperar por algo que não se sabe quando vai chegar é escolher sofrer.

Quero muito mais que uma vida cheia de expectativas, a não ser pela próxima temporada do meu seriado preferido. Quero o tempo que perco me preocupando com conversas nas quais não me encaixo, quero para mim o tempo das noites de sexta e fins de semana que perco me entristecendo ao ver a timeline das pessoas cheias de fotos com amores e histórias para contar, quero as experiências que só vou conseguir viver enquanto não tenho alguém, pois isso é só uma questão de tempo. Sabia? Eu sei. Já tive outras pessoas que foram embora para que chegassem outras. E tudo se repetiu algumas vezes.


O mundo coloca muito peso nas costas de quem é solteiro.

É depressivo ir ao cinema sozinho, ir a um show sozinho, viajar sozinho. As pessoas cobram uma companhia como uma necessidade para a felicidade. Olham torto, se você está sozinho num lugar em que “deveria” estar acompanhado. Tratam-no feito coitado quando comenta que o fim de semana vai ser de chocolate e Netflix, como se fosse uma coisa horrível, né? Eu não ligo para nada disso e faço tudo isso porque, se há algo de que eu gosto, é de me sentir bem comigo.

A coisas desse tipo eu, sinceramente, nem dou ouvidos.

Eu é que não vou me desesperar em ter alguém para me acompanhar. Chorei por quem se foi, choraram por eu ter ido, vivo enquanto alguém vai chegar, sorrio pelos meus próprios motivos.

Todo mundo quer alguém, eu também mas, ultimamente, estou querendo mais continuar com a minha paz, a paz de chegar em casa e colocar no canal que eu quiser e esquecer o tênis suado no meio da sala. A paz de confiar em mim mesmo para me sentir bem. A paz de acordar com a cara amassada e sair para trabalhar assim mesmo. A paz de flertar quando achar que devo e dar bola quando achar que merecem. Quero viver as surpresas dos dias, alguns felizes demais, outros um pouco menos, mas todos muito bem vividos.

Solteiro sim, feliz também, com ou sem alguém. Sempre amor, nem sempre por alguém além de mim mesmo.

 

Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Amor: 123RF Imagens.

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

* Matéria atualizada em 15/10/2019 às 3:26






Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.