Um incrível curta-metragem nos mostra que “educar não é encher a mente, mas libertá-la de suas ataduras”

5min. de leitura

Na criação de nossas crianças, precisamos aprender a diferença muito sutil que existe entre educar e limitar, mas nem sempre conseguimos. Achamos que devemos ensinar tudo do nosso jeito, e nos esquecemos que, por mais que as crianças tenham muito a aprender, não podemos cair no erro de pensar que nossa visão de mundo é a única correta e a única que devem conhecer.



Tanto os pais quanto os mestres possuem papeis fundamentais nas vidas das crianças, e sua função não é criar cópias exatas de si mesmos, mas sim transmitir conhecimento e fornecer as ferramentas necessárias para que as crianças descubram a si mesmas e desenvolvam seu potencial.

Educação não é encher a mente com conceitos e regras, mas libertá-la para que possa ter a verdadeira liberdade de viver a própria realidade, para pensar e criar por conta própria.

Existem muitas maneiras de limitar as mentes das crianças e prendê-las a padrões e crenças


Muitas vezes, mesmo sem perceber, nós limitamos nossas crianças, repreendendo-as todas as vezes em que tentam fazer as coisas do seu jeito, o que acaba por comprometer o seu impulso criativo.

Limitamos as crianças quando…

  • as repreendemos por seus erros com agressividade, o que acaba por traumatizá-las e gerar em seu interior um medo do fracasso, que influencia em sua autoestima e felicidade;
  • as rotulamos, moldamos sua personalidade de acordo com nossos próprios padrões, limitamos seus sonhos e as submetemos às expectativas alheias
  • adotamos comportamentos de superproteção e não permitimos que desenvolvam seus potenciais ou descubram o mundo por conta própria
  • as forçamos a viverem como nós, porque acreditamos que apenas nós sabemos o que é melhor para elas. Dessa maneira, prejudicamos sua capacidade de sonhar e perseguir seus próprios objetivos.

Permitindo que as crianças sejam livres

As crianças são puras, criativas, amorosas e empáticas e todos podemos aprender lições valiosas sobre a vida com elas. Ao invés de limitarmos seus pensamentos e comportamentos, devemos ser seus companheiros de jornada e abrirmos nossos corações para a simplicidade e luz que elas nos oferecem a todo momento.

O curta que apresentamos abaixo nos faz refletir sobre isso. Quando damos às crianças a oportunidade de serem quem são, as coisas se transformam. Ele é intitulado “A Cloudy Lesson” e foi produzido pelo diretor Yezi Xue em 2010.


Em apenas 2 minutos nos mostra a importância de sermos conscientes na criação das crianças.

3 lições que podemos levar para nossas vidas:

1. Não existe apenas uma maneira de pensar e agir

Existem muitas maneiras diferentes de pensar e agir, e cada um de nós tem o direito de ter as próprias experiências e decidir qual delas reflete melhor quem somos. Isso se torna ainda mais importante quando se trata de crianças, porque como elas possuem uma criatividade muito aflorada, quando é cortada bruscamente, torna-se difícil crescer novamente.


2. Os erros podem ser oportunidades de grandes descobertas

Os erros são uma parte fundamental de nossa aprendizagem e crescimento e não devem ser vistos com maus olhos. Ao invés de tratar os erros das crianças com agressividade, devemos incentivá-las a aprender com eles e sempre focar no lado positivo. Também devemos incorporar esses hábitos em nossas vidas. Assim, aos poucos nos desapegamos do pessimismo e buscamos novas perspectivas.


3. É essencial termos apoio

Usando o vídeo acima como exemplo, se o avô tivesse repreendido o neto por seu erro e não o tivesse encorajado a encontrar novas soluções para as nuvens, o menino teria entendido o acontecido como um grande fracasso, e isso provavelmente marcaria toda a sua vida. Mas como o avô decidiu apoiá-lo e encorajá-lo, as coisas seguiram um caminho feliz.Seja mais como o avô para as crianças em sua vida e lembre-se sempre de que, mais do que nossas experiências, são nossas atitudes em relação a elas que mostram quem somos e como nossas vidas irão se desdobrar.

Se gostou da mensagem, deixe um comentário abaixo e compartilhe com seus amigos!


Imagem de capa retirada do vídeo

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.