AmorRelacionamentos

Um relacionamento romântico significa estar com alguém e não ser de alguém

O sentimento de posse não leva nenhum relacionamento adiante, é a liberdade que faz as pessoas serem naturalmente atraídas umas pelas outras.



Uma das dimensões mais importantes dos relacionamentos românticos está relacionada ao entendimento do que realmente significa ter alguém em nossas vidas. É muito fácil – e perigoso – confundirmos estar com alguém e ser de alguém, e a falta de conhecimento sobre essa diferença faz muitas pessoas ficarem presas em relacionamentos tóxicos e egoístas.

Quando temos alguém em nossas vidas, não significa que essa pessoa pertença a nós, que seja uma de nossas posses ou que não tenha o direito de viver como bem entender. Ninguém é dono de ninguém, as pessoas escolhem estar juntas, porque acreditam que a vida pode ser mais feliz e completa ao lado do outro, mas nada vai para frente se algum dos lados acredita que possui direito sobre o outro.

O sentimento de posse não leva nenhum relacionamento adiante, pois é a liberdade que faz as pessoas serem naturalmente atraídas umas pelas outras.


Quando tentamos controlar o outro, nós nos perdemos do encanto do amor, porque o mais especial de uma união é amarmos e sermos amados por quem realmente somos, vivendo nossas jornadas em companhia de alguém que nos tem respeito acima de tudo.

Um amor que realmente vale a pena viver é aquele em que ambos podem buscar o que os faz felizes e trabalhar em sua evolução constante, independentemente do relacionamento.

Quando apenas um dos parceiros é autorizado a ter uma vida fora da união, a liberdade dá lugar a uma prisão e não demora muito até que uma das partes se sinta sufocada demais para continuar.

Uma pessoa que nos ama de verdade, sabe que, apesar de ter a oportunidade de compartilhar a vida conosco no momento presente, não nos possui, e por isso não deve nos obrigar a permanecer ao seu lado por mais tempo que o necessário. Ao invés de criar gaiolas, elas nos ajudam a despertar nossas asas, mostrando-nos que sempre estarão por perto, se precisarmos.


Alguém que nos trata como uma propriedade não é guiado pelo amor, porque o amor não exige nada, ele simplesmente é.

Não importa há quantos anos estejamos comprometidos com alguém, nunca nos converteremos em sua posse e nunca devemos aceitar que nos transforme em um troféu pessoal, porque temos o nosso próprio valor e não nascemos para ser controlados por ninguém.

Lembre-se sempre de que um relacionamento é ESTAR com alguém e não SER de alguém. Quando compreendemos essa verdade, naturalmente deixamos de lado pessoas possessivas e abrimos o caminho para atrair parceiros maduros, que possam nos oferecer exatamente aquilo que desejamos: companheirismo e felicidade.

O amor só existe em liberdade, o sentimento de posse é uma prisão do ego. Não aceite isso em sua vida!



Texto escrito com exclusividade para o site O Amor. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.



Direitos autorais da imagem de capa: Pixabay.

Quando uma pessoa trai, ela está arriscando bem mais do que o amor de seu parceiro

Artigo Anterior

Quanto mais férias você tira, mais saudável o seu coração fica!

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.