Veterano da segunda guerra reencontra mulher que sempre amou, depois de 75 anos

4min. de leitura

Alguns amores realmente não desaparecem com o tempo. A história desse casal que nem a Segunda Guerra Mundial separou prova isso.



KT Robbins, que atualmente está com 98 anos, conheceu Jeannine Pierson, atualmente com 93 anos, em 1944, enquanto viva em Briey, na França. Naquela época, o jovem trabalhava como padeiro para seus companheiros soldados e conhecia muitas pessoas da comunidade.

Robbins, que tinha 24 anos, apaixonou-se por Jeannine, seu primeiro amor, mas infelizmente eles não puderam planejar e concretizar um futuro juntos, porque ele foi enviado para a Frente Oriental, durante a Segunda Guerra Mundial. Foi um período muito difícil para os jovens, que se amavam muito.

Em um artigo publicado pelo Mirror UK, Jeannine disse que chorou quando Robbins partiu, e até aprendeu um pouco de inglês básico na esperança de que ele voltasse, mas não foi assim que as coisas aconteceram, pois ele foi para os Estados Unidos depois da guerra.


O veterano disse ao canal de TV francês France 2: “Eu disse a ela que talvez eu voltasse e a levasse, mas não aconteceu assim.”

Separados por uma grande distância e sem nenhuma notícia um do outro, Robbins e Jeannine seguiram suas vidas, casaram-se, mas nunca esqueceram um do outro.

Viúvo, Robbins tinha medo de que sua amada não estivesse mais viva. Ele retornou ao seu país natal para comemorar o 75º aniversário dos desembarques do Dia D e os jornalistas locais deram um jeito de encontrar Jannine depois que ele lhes mostrou uma foto dele.

Então, o casal viveu o reencontro que esperou durante 75 anos, em 8 de junho de 2019. Entre muita emoção, trocou um beijo e palavras de amor.


Confira o vídeo (em francês) do reencontro do casal, mediado pelo France 2:

 

Jeannine disse a Robbins, em inglês: “Eu sempre te amei. Você nunca saiu do meu coração”, e em francês lhe disse que nunca tinha deixado de pensar nele.

O veterano mostrou a Jeannine uma foto dela que tinha guardado por todos esses anos.

Depois de algumas horas de muita emoção compartilhada, Robbins teve de sair para participar do um evento de comemoração, mas prometeu que se encontrariam novamente.

Quando se separaram, ele disse a ela: “Jeannine, eu amo você, garota.”

Que momento mais especial! Esse casal se amou a distância, por 75 anos, mesmo seguindo a própria vida, e mostrou que o amor de verdade permanece vivo para sempre em nosso coração.

Lindo demais, não é? Você conhece outra história como essa?

Comente abaixo e compartilhe esse lindo exemplo de amor em suas redes sociais!

 

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos. Direitos autorais das imagens utilizadas no texto: Agnes Vahramian/France 2 TV.

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.