Animais de estimação poderão acompanhar seus donos durante internação em hospitais do rs

4min. de leitura

Todos sabemos que os pets são muito mais do que animais, eles são nossos amigos e companheiros.



Aliás, para muitas pessoas, eles são a única companhia em qualquer momento da vida.

Quando precisamos ficar afastados de nossos animais por muito tempo, por qualquer motivo, o nosso coração aperta e o deles também. A nossa conexão é tão profunda que, não importa onde estejamos, queremos ter os bichinhos ao nosso lado, o que raramente acontece com as pessoas com as quais compartilhamos nossa vida.

Para os moradores do Rio Grande do Sul, um projeto de lei aprovado recentemente fará com que a saudade dos animais de estimação seja muito menor em uma das circunstâncias mais sensíveis das pessoas: a internação hospitalar.


A Assembleia Legislativa do estado aprovou, no último dia 1, um projeto de lei que autoriza os pets a acompanharem seus donos durante a internação em hospitais privados, públicos, contratados, conveniados ou cadastrados no Sistema Único de Saúde (SUS).

O autor do projeto é o deputado estadual Dirceu Franciscon (PTB), e a proposta está relacionada com um tema que tem sido muito discutido nos últimos tempos: a importância dos animais de estimação como reforço terapêutico positivo. Existem pesquisas que relacionam a presença dos pets com a melhora de quadros clínicos de seus donos em casos de saúde mental, como depressão e ansiedade.

Os animais poderão visitar seus donos nos hospitais, mas para isso é preciso seguir algumas regras: os pets devem estar em boas condições de saúde e sua carteira de vacinação, atualizada. Seus donos ainda terão de apresentar laudo técnico de um veterinário responsável, para que a presença do animal não ofereça risco às pessoas internadas. Caberá a cada hospital definir regras próprias para essas visitas.


O projeto está em fase de aprovação do governador do estado, Eduardo Leite, que tem quinze dias para sancionar ou vetar o texto.

Os moradores do estado de São Paulo também podem receber visitas de seus animais em hospitais graças a uma lei aprovada em fevereiro de 2018. Nesse estado, pacientes devem pedir autorização ao médico responsável e agendar a visita dos animais na administração da unidade de saúde. Também devem apresentar laudo do veterinário atestando as boas condições de saúde do animal, que precisa estar limpo e com vacinação em dia. Os animais precisam usar coleiras e guias, e serem transportados em caixas adequadas.

Sua entrada nos hospitais dependerá da autorização da comissão de infectologia, e cada hospital é responsável por definir normas e procedimentos específicos sobre o local e o tempo de encontro dos animais com os seus donos.

Termos aqueles que amamos ao nosso lado é sempre muito bom, especialmente nos momentos em que nos sentimos frágeis e limitados. Certamente, a presença dos pets nos hospitais fará uma grande diferença na recuperação de seus donos.

Compartilhe esta notícia com os seus amigos que moram nesses estados!

 

*Com informações de IstoÉ.

Texto escrito com exclusividade para o site O Amor. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos. Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Amor: Cathy Yeulet/123RF Imagens.

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.