AtitudePessoas inspiradoras

Esgrimista brasileiro de 11 anos mostrou que não existe idade para se ter caráter!

Guilherme Murray tem 12 anos e está disputando o Campeonato Panamericano de Esgrima pelo Brasil, em Aruba, no Caribe, numa categoria, espada, dois anos acima de sua idade.



Hoje ele foi eliminado nas oitavas de final.

Perdeu de 10 a 9.

Mas só porque quis.


Ele ganharia o jogo.

O árbitro deu o toque em favor dele.

O Guiga foi ao árbitro e disse que havia um engano, que ele não havia tocado o adversário.


O árbitro tirou-lhe o ponto.

O menino deixou as pessoas impressionadas com seu espírito olímpico.

Um garoto, no meio dos grandes , que poderia estar entre os oito melhores da América, vai ao árbitro, comunica o erro e é eliminado da prova por sua atitude, ao recusar um ponto que não era dele.


Também fruto dos ensinamentos de ética no esporte que os Mestres Régis Trois, Ricardo Ferazzi e Carla Evangelisti professam na sala de esgrima do Club Athletico Paulistano.

Antes de formarem atletas, se preocupam em formar pessoas de caráter.

Hoje Guilherme Murray, campeão brasileiro, sul-americano, e de tantos outros torneios nacionais e internacionais, saiu de Aruba mais campeão do que nunca.


Texto publicado no blog do Juca. – Via: Razões para Acreditar

9 qualidades de pessoas que são ótimas em relacionamentos:

Artigo Anterior

Flanelinha vira exemplo de superação ao ser aprovado em vestibular:

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.