AutoconfiançaAutoconhecimentoEnergiasMensagem de ReflexãoReflexão

Por que a grama do vizinho sempre parece mais verde?

Passamos por períodos ou até mesmo anos a fio em que nada aparenta ter solução. A impressão que se tem é que de fato chegamos ao fundo do poço e por mais incrível que possa parecer continuamos cavando…



Por vezes, temos que tomar decisões complicadas, porém, nossa vontade não corresponde ao que deveríamos fazer.

É nesses tais momentos que olhamos à nossa volta e parece que tudo e todos têm suas vidas organizadas e são felizes. O termo de comparação é sempre cego e cruel quando estamos fora de nosso pleno equilíbrio. Em momentos de desestrutura emocional, agimos movidos por uma energia negativa que não nos pertence. Essa energia é uma repetição de algum fato similar que já aconteceu em nossas vidas e no desejo intenso de não terminar com uma história igual, agimos de forma precipitada e erramos. Qualquer tomada de decisão só pode ser feita quando sua energia estiver equilibrada. A primeira etapa de estabilização de sua energia corresponde à eliminação dos bloqueios que lhe fazem repetir histórias.

Na trajetória, rumo à sua realização pessoal, é necessário eliminar por completo de sua vida os bate-papos com pensamentos e emoções negativas. O senso de autodestruição e os padrões repetitivos de comportamento precisam ser evitados e isto só depende de você.


O caos em sua vida pode significar muito mais do que você possa imaginar, ele significa, sim, uma enorme força propulsora rumo à mudança; ele permite a reconstrução de novos padrões energéticos, pois ele é a comprovação de que a forma como você está encarando a sua vida não está dando certo.

O processo de geração de energia positiva é infinito, quanto mais você o alimentar com pensamentos, emoções e cristalizações futuras positivas, tanto mais sentirá que sua vida se encherá de coisas boas. O começo é difícil, pois ele exige o rompimento com hábitos antigos que o deixam na sua zona de conforto.

O primeiro passo a ser dado é desejar de fato uma vida diferente para você, independente da vida de quem quer que seja. O que parece de fato na grande maioria das vezes não é!!!!

Temos um segundo passo muito importante que corresponde a uma conexão interna verificando os fatos que mais o incomodam, analisando pontualmente sua vida emocional, sua vida familiar, sua vida financeira e seus anseios e desejos. No âmago de toda esta análise, você irá perceber que existe uma repetição de padrão de comportamento que não lhe permite avançar, é como se você ficasse patinando no mesmo local.


Há alguns meses, atendi com a Mesa Radiônica uma moça que se dizia sem realização pessoal, sentia-se infeliz, sem oportunidades e muita sobrecarregada. Trabalhava de uma maneira desenfreada, sem nenhum resultado, as oportunidades quando vinham eram tomadas por outras pessoas. Sentia-se sem vida pessoal, como se cada dia que vivesse fosse simplesmente mais um…
Ela, então, começou a me contar mais detalhadamente cada situação que vivia e o tema central e único era sempre o de estar em segundo plano. Ela atraía situações e pessoas que a colocavam em segundo plano. A minha análise havia sido muito tranquila, pois até mesmo os sentimentos que expressava em cada situação que me contava eram os mesmos. Havia contado situações de traição súbita, de substituição inesperada e isso havia, com certeza absoluta, de ter uma origem.
Expliquei, então, a ela que depois de restabelecer seu equilíbrio energético utilizando a Mesa Radiônica, iria identificar o momento exato onde o bloqueio, de se colocar continuamente em segundo plano, havia sido estabelecido.

Voltei, desse modo, a uma data que correspondia a seus 5 anos de idade; perguntei o que havia acontecido e, ela me olhando de uma maneira fixa e intensa, contou-me que seu pai morrera naquele dia e era o dia de sua festa de aniversário.


Por mais difícil que pudesse parecer, pedi a ela que me descrevesse em detalhes o que havia ocorrido e como tinha se sentido. A importância desta descrição é poder me conectar com toda esta energia que ela havia vivido naquele momento tão difícil.
Disse-me que havia esperado por esta festa desde pequena, pelas condições financeiras restritas da família, que sempre lhe diziam que ela teria uma grande festa quando fizesse 5 anos, pois justamente seria o prazo estabelecido para receber determinado dinheiro.

No dia da festa, estava tudo preparado e sua ansiedade era extrema, pensava, com a pouca idade que tinha, em todos os detalhes que para ela seria importante e, de repente, no meio da tarde, uma enorme correria e a carregaram para o andar de cima.
Somente lhe disseram que seu pai não estava bem e que ela deveria ficar ali quietinha para não atrapalhar e que voltariam logo.


Ela ficou em casa sozinha, sem saber o que estava acontecendo, e levaram seu pai para o hospital que era muito perto de sua casa.
As horas passavam e o desespero tomava conta dela; primeiro, por não saber o que havia acontecido e depois porque o horário de sua festa se aproximava.

No final, deram-lhe a notícia. Em sua percepção, ficou o fato de estar em segundo plano; sua vida era tão sem importância e sem sentido que até mesmo no dia de seu aniversário seu pai havia morrido.
Trabalhamos intensamente a energia deste momento, e eliminamos tal bloqueio e, daí para frente, muitas realizações começaram a se concretizar em sua vida em um caminho escolhido rumo à felicidade.


Por Maria Isabel Carapinha

Oração de são bento

Artigo Anterior

Abraçar a sombra

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.