AtitudeAutoconfiançaAutoconhecimentoPsicologiaVida

Seu problema é do tamanho da sua força para vencer!

89 poster luz interior

A resistência de uma pessoa é do mesmo tamanho de sua força luz.




Se tinha algo que eu não compreendia era porque algumas pessoas insistem em defender sua conduta rígida e errônea, cegando-se da própria condição de melhoria e afastanto consequentemente seu bem-estar.

No estudo do comportamento humano se analisa que uma pessoa que resiste a uma mudança, mesmo consciente de que esta fornecerá maior prazer e satisfação, nega-se mostrando milhões de motivos aparentementes convincentes e se limitam no valor da auto-capacidade de resolver, controlar e compreender.


Pela psicologia chama-se zona de conforto, e pela psicanálise também por ganhos secundários.

É diagnosticado quando uma pessoa deixa de procurar obter a mudança por medo e/ou por ter alguma vantagem em permanecer nesse papel. Aproximar ou manter pessoas por perto, receber atenção, piedade, dó, favores, deixar de fazer o que não quer, ter como desculpa o motivo para qualquer falha pessoal, etc.

Os quatro medos básicos, que sempre gosto de lembrar, também explicam e se encaixam nesse mecanismo de defesa do inconsciente. Mesmo que a pessoa tenha consciencia de que sua conduta é errada e que seus ganhos não se comparam a realização de resolver e se responsabilizar com liberdade, tudo é somado em seu corpo emoção de forma negativa deixando-a com mal-estar que é a própria sabotagem da mente.
Alguém com esse comportamento, mesmo conhecendo-se e sabendo de toda consequência, o mantém inconscientemente, como já citei, como mecanismo de defesa, ou seja, sem percepção da própria sabotagem e da própria criação da situação.


Os quatro medos básicos são:

Medo de Enfrentar, Medo de Perder, Medo da Solidão e Medo de Morrer.

Todos nós possuímos em algum grau os medos, ocultos ou não, e vários mecanismos de defesa. Esse é mais um motivo para jamais julgarmos uma pessoa pelos seus erros e mantermos paciencia e ternura para não se envolver emocionalmente e poder inteligentemente colaborar, não atrapalhar e ajudar.


É preciso também saber sobre o tempo de maturidade de cada ser, que vai conforme sua conduta, educação, modelos de vida, lições da vida, etc. O desapego pela vontade de ver a outra pessoa expandir-se é essencial para não nos magoarmos e nos frustrarmos quando alguém ainda não está pronto para sua evolução, para aprender a sua lição. Deixando claro que desapego não é abandono e ausencia de amor, pelo contrário, o desapego nos torna conscientes respeitosos, compreensivos e isso só flui em corações pacientes e cheios de ternura.

Depois que compreendi todos os mecanismos da mente, o “motivo” da recusa de resolver, o tempo de maturidade e o desapego, me perguntava com frequência porque isso me chamava tanta atenção e porque, mais além, ainda existia rigidez tão profunda e enraizada mesmo depois de tantos processos inteligentes de cura. Graças a Linguagem do Corpo, pude entender e encontrar minha resposta saborosa e satisfatória.

Foi uma grande surpresa descobrir que nossas dores e resistências são do mesmo tamanho de nossa força interna, tudo porque essa força é direcionada para fins não saudáveis como raiva, culpa, complexos, sentimentos de vingança, vitimismo, angustias, mágoas, frustrações, etc. Alguém com um problema gigante não utiliza sua força para tranformações beneficentes, pois são os mais sensíveis em catalisar e captar os problemas de tudo e de todos, por mais secretos e discretos que sejam.

Lembrei-me de toda impaciencia que tive com certas “cabeças duras” e me corrigi imediatamente tendo a gratidão irrestrita por ter conhecido uma pessoa tão especial e sensitiva capaz de uma transforção gigantesca.



Essas pessoas são fantásticos filtros de energia, que absorvem o que estiver sendo emanado, seja positivo ou negativo. E as doenças, problemas e situações complicadas somatizadas, que elas tem tanta resistência em transformar, nada mais é que a soma de toda absorção não diluida e filtrada.

Se todos nós tivessemos mais ternura em ver essas pessoas como grandes mestres e não como perturbações, talvez estas não se sentissem tão culpadas, vazias e excluídas. Conseguiriam, por meio de compreensão e aceitação, transformar a energia para outros meios e fins como serviços para humanidade, o que lhe renderia bem-estar, tranquilidade e sensação de utilidade, importância e sucesso.


Se você é uma dessas pessoas com grande resistência, gênio difícil, cabeça dura, que pouco aceita novas ideias e pouco aprova mudanças, valorize-se e tente usar sua força para caridade, aconselhamento, serviços comunirátios, ou qualquer tipo de terapia ou serviços construtivos que façam fluir sua energia para o crescimento e expansão.

Acredite que mesmo com a ingratidão ou com a falta de reconhecimento de muitos, você fez sua parte e vai sentir-se completamente satisfeito pela harmonia de sua mente e de seu corpo. Vai se surpreender com a sua capacidade de criar, transformar e beneficiar tudo ao seu redor.

Você que conhece uma pessoa com essa conduta, pense duas vezes antes de contrariá-la, lembrando-se da Lei de Causa e Efeito. Tenha a humildade de reconhecer suas qualidades e valores e paciencia para entender seu tempo de aprender. Saiba que quanto mais ternura cultivar em seu coração, mais você terá a ganhar com isso e quanto mais tentar mudá-la mais vão somatizar faixas vibracionais negativas. As pessoas sempre mudam, seja pela dor ou seja pelo amor.


Mude-se pelo amor! Espere e deseje que o outro siga o mesmo caminho que o seu deixando seu exemplo e jamais exigindo.

Relaxe e aposte na sua fé!
Um beijo de luz em seu coração!
Babi Pucky


Cães que protegem bebês (lindo demais)…

Artigo Anterior

Bancar-se emocionalmente

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.