7 coisas que aprendi quando me mudei para um país diferente

4min. de leitura

1. Você reconsidera seus próprios hobbies

Você pode ser muito dedicado a sua aula de Zumba ou tricô, mas quando você vai para outro país (ou mesmo da cidade) você percebe que as vezes seus interesses não estão disponíveis. Pode ser desconfortável, frustrante e assustador.



Mas e se você considerar olhar as coisas de outra maneira? Se você se prende muito ao que sempre fez, leva mais tempo para se integrar. Descubra o que é popular no lugar onde você está e dê uma chance. Isso pode desencadear uma nova paixão. Quando fiz minha primeira aula de Pilates eu estava na Alemanha (antes mesmo de saber falar alemão), e agora sou uma instrutora.


2. Você aprende a comer de forma diferente

Mercearias se tornam intrigantes quando já não detêm centenas de molhos engarrafados. Algumas de suas escolhas podem reduzir, mas outras podem aumentar. Na Suíça, tive que abandonar minha afinidade com couve, porque não encontrava.


3. Você aprende como realmente estar sozinho

É um tipo diferente de solidão quando você está consideravelmente longe da sua família e não pode contar com seu apoio. Quando você tem um dia difícil, é forçado a perceber que pode, de fato, fazer muita coisa sozinho. Uma vez, tive uma intoxicação alimentar antes de conhecer qualquer pessoa. Foi muito ruim, mas me fez perceber que sou uma mulher forte.



4. Você faz amigos que se tornam família

No meu caso, não consegui ir para casa em alguns feriados. Foi uma decisão difícil de tomar, mas percebi que a vida é assim.

Amigos que poderiam ter sido apenas companheiros de sexta à noite, tornaram-se participantes importantes de minha vida diária e feriados. Desde que me mudei de país, fiz amigos com os quais tenho ligações semelhantes a dos meus parentes de sangue.


5. Você começa a viver a sua vida realmente para si mesmo

Quando está longe de tudo que conhece e de quaisquer expectativas externas, você repensa em como quer viver sua vida. Você percebe que pode viver em qualquer lugar e fazer qualquer coisa. Você pode estar solteiro ou em um relacionamento. A única coisa que realmente importa é que você é responsável por si mesmo.



6. Você aprende o que é condicionado e o que é real

Às vezes nós agimos de determinada maneira, porque é simplesmente uma expectativa social. Por exemplo, nós fomos ensinados a dizer “por favor” e “obrigado” quando crianças, mas muitas coisas que respondemos quando adultos são subconscientes. E por que você sempre se sente culpado no domingo de manhã, mesmo que não esteja indo à igreja há anos? Não há maneira mais fácil de perceber o que o condicionamento te fez do que afastando-se do conforto de sua casa.


7. Você percebe o quão pouco precisa para ser feliz

Quando me mudei de país, eu percebi que não poderia levar tudo. Aqueles livros (não lidos) que tinham ficado em minha prateleira por dez anos? Deixei. As canecas de café que me fizeram companhia na faculdade? Um dia você vai perceber que não perdeu nada. As coisas não importam tanto quanto pensamos.

Seu lar pode acabar se tornando muito mais do que um local.  Assim como o amor, você não tem uma quantidade finita. Você pode expandi-lo.

 

___

Traduzido pela equipe de O Segredo

Fonte: Mind Body Green

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.