7 sinais de que você precisa trabalhar menos e se divertir mais

7min. de leitura

Como uma jovem ambiciosa que foi direto do ensino médio para faculdade de Direito, eu mergulhei no mundo do trabalho com 25 anos com nada, por nada além de intusiasmo. Imagine minha surpresa quando, cerca de uma semana depois de estar trabalhando em um enorme escritório de advocacia, eu percebi que odiava o meu trabalho. As coisas só decairam depois disso. Durante três anos, o trabalho consumiu minha vida, e eu estava absolutamente miserável. Naturalmente, só havia uma solução: deixei o meu emprego, voltou para a faculdade e me tornei uma terapeuta especializada em ajudar as mulheres com o estresse na carreira.



Nem todo mundo que experimenta o stress no trabalho tem essa mudança drástica de carreira, é claro. Na verdade, eu diria que cada trabalho vem com certo nível de stress, e em muitos casos, é totalmente gerenciável. Mas às vezes pode ser difícil determinar se você é um profissional dedicado, ou uma mulher à beira de explodir.

Aqui estão sete sinais de que o trabalho está consumindo sua vida … e não de uma maneira boa:

1. Você cancela regularmente planos com amigos e familiares.

Ou você parou de vez de fazer planos, porque sabe que quando decide deixar o trabalho mais “cedo”, às 19 da noite, surge outra coisa “urgente” a ser resolvida por você. Talvez você receba regularmente mensagens de texto agressivas e engraçadas de amigos que não vê há semanas (dizendo coisas como: “Ei estranho, onde você esteve?”), e menos engraçados telefonemas de membros da família que sentem sua falta, e simplesmente não entendem sua agenda lotada.


2. Todas as pessoas que você conhece estão cansadas de ouvir você reclamar sobre o trabalho.

Lembra-se do tempo em que você não reclamava sobre o trabalho? Não? Bem, nem as pessoas que te conhecem. Seja seu cônjuge, seu companheiro de quarto, ou o motorista de táxi, todos estão recebendo uma palestra sobre como razoável o seu chefe é, ou o quanto você despreza o seu colega de trabalho que mastiga alto demais. Em todo caso, você está basicamente incapaz de criar espaço mental para si mesmo longe de pensamentos sobre o trabalho. E outras pessoas estão percebendo também.

3. Você se sente ansioso quando não está “ligado”.

Durante os horários estranhos em que você não está no trabalho, você está colado ao seu telefone, seu laptop, tablet e qualquer outro aparelho que te liga ao mundo que você quer tão desesperadamente deixar para trás.

4. Você não consegue ficar parado.

Apesar de passar a maior parte de seus dias no trabalho desejando estar deitado em seu sofá assistindo uma maratona de Breaking Bad, você não é realmente capaz de se desligar do trabalho quando tem tempo livre. Quando tem tempo para relaxar, você ironicamente só pensa nas coisas que tem para fazer.


Seu corpo tornou-se tão acostumado com o ritmo acelerado da vida corporativa que você não tem ideia de como desacelerar. Você já ouviu uma vez ou outra sobre os benefícios da meditação e pensamento positivo para aliviar o estresse, mas o simples pensamento de passar cinco minutos com foco na respiração é tão atraente como arrancar um dente.

5. Você se sente como se estivesse em uma montanha russa emocional.

Em um minuto você está nas nuvens, porque conseguiu uma nova conta. No minuto seguinte, está em lágrimas porque um cliente gritou com você. Desde quando você começou a passar tanto tempo no trabalho, sua autoestima tornou-se intimamente ligada ao seu desempenho. Quando você está indo bem, se sente como se estivesse no topo do mundo e nada pode pará-lo. Quando você recebe “críticas construtivas”, por outro lado, você fica praticamente inconsolável.

6. Você fica doente com frequência.

O estresse crônico enfraquece o sistema imunológico, tornando-o mais suscetível aos problemas que estão acontecendo em seu trabalho. Mesmo que você consiga se esquivar da gripe, você pode sentir seu corpo dorido e um mal-estar diário. A ansiedade de um trabalho estressante pode se manifestar como sintomas físicos, causando dores de cabeça, dores de estômago e inúmeras outras doenças desagradáveis.

7. Você tem a sensação incômoda de não saber o que está acontecendo.

Talvez seja a sensação de medo quando o alarme dispara na parte da manhã, ou o bater de ansiedade quando o telefone toca no trabalho. Você tenta o seu melhor para não pensar, mas algo continua roendo você. No fundo você sabe que este trabalho não é o mais adequado para você, mas você investiu tanto em sua carreira, que a perspectiva de mudança é terrível, porque há um risco de que o seu próximo trabalho possa ser ainda pior.

Então você tenta o seu melhor para fazer as coisas funcionarem. Mas, seja honesto consigo mesmo e se você se relacionar com qualquer um destes sinais, faça a si mesmo algumas perguntas. Ouça a sua intuição. Se não tiver certeza de seus próximos passos, considere procurar orientação de um conselheiro de carreira ou terapeuta que pode ajudá-lo a determinar que tipo de mudanças você pode fazer para uma carreira mais gratificante e uma vida mais equilibrada.

 

Traduzido pela equipe de O Segredo

Fonte: Mind Body Green

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.