Bem-Estar e Saúde

Para combater o desperdício, restaurante prepara pratos com alimentos que seriam jogados fora:

016
Comente!

O desperdício é um dos maiores males do mundo. Enquanto uns esbanjam fartura em seus pratos, outros almejam ter o que comer no dia seguinte. A triste estimativa é de que 1,3 bilhões de toneladas de alimentos vão parar no lixo anualmente, representando quase 40% da produção global.

Para reaproveitar a comida em bom estado jogada fora, e evitar o tal desperdício em quantidades absurdas, o inglês Adam Smith e a brasileira de nome gringo Johanna Hewitt, com a ajuda de amigos que se identificam com a causa, fundaram o projeto “The Real Junk Food” (em tradução livre, “a verdadeira comida junk, do lixo”).

E assim nasceu o café Pay As You Feel (em tradução livre, “Pague O Que Você Quiser”), instalado na cidade de Leeds, no norte da Inglaterra, desde o final de 2013, que utiliza apenas mantimentos que continuam bons para consumo e que iriam para o lixo. Como o nome indica, os clientes pagam o quanto quiserem ou acharem justo pelo que estão consumindo.

Ou seja, os responsáveis aproveitam não os alimentos que já foram jogados fora, mas que passaram do prazo de validade e ainda estão totalmente consumíveis, vindos de várias fontes, como supermercados, feiras, restaurantes, entre outros. Tendo isso em mãos, o cardápio varia diariamente, já que é elaborado exatamente com o que há no estoque. O casal também preza por refeições nutricionalmente variadas e equilibradas.

01

02

03

04

05

06

07

08

09

010

011

012

013

014

015

016

017

No Facebook, é possível encontrar maiores informações e acompanhar o projeto.

E se a gente trouxesse essa ideia incrível para o Brasil, você iria?

*Este post é um oferecimento da ”Heineken open your world“.

Via: hypeness.com.br

Comente!

Homem em busca de uma vida mais simples constrói casa na floresta com menos de 4 mil dólares!

Artigo Anterior

6 lugares para assistir ao pôr-do-sol de camarote no rio de janeiro:

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.