Bem-Estar e Saúde

Trocar o dia pela noite pode engordar e aumentar estresse:

São muitas as pessoas que ficam acordadas de madrugada e acabam trocando o dia pela noite. Isso pode ocorrer frequentemente – por conta de um emprego noturno ou problemas de insônia – ou de forma esporádica – como aos finais de semana, por exemplo. Independente da causa, adotar essa prática pode trazer consequências sérias para a saúde e ainda contribuir para o ganho de peso.



Segundo o otorrinolaringologista e colaborador da Faculdade de Medicina da Unesp de Botucatu Sérgio Trindade, é muito difícil que uma pessoa durma durante o dia a mesma quantidade de horas que consegue durante a noite. Além disso, a qualidade do sono fica comprometida. “Existem algumas regiões do nosso cérebro que, quando expostas à luz, diminuem as secreções de alguns hormônios e aumentam o estímulo para a pessoa ficar acordada”, justifica.

Consequências da falta de sono

Um dos principais prejuízos de ficar acordado a noite toda é a desestabilização de funções cognitivas. “Ocorre uma queda de rendimento no trabalho, sonolência, fadiga, irritabilidade, diminuição da memória de curto prazo e, possivelmente, de longo prazo também”, enumera.


Além dos aspectos neurológicos, a falta de sono pode afetar outras áreas da saúde. Segundo explica Dr. Sérgio, os níveis de cortisol plasmático (tipo de “hormônio do estresse”) são aumentados em pacientes que dormem pouco, o que eleva as chances de problemas como hipertensão, doenças cardiovasculares e outras diretamente relacionadas ao estresse.

Por fim, dormir pouco pode contribuir para o ganho de peso. “A restrição do sono altera um pouco a secreção circadiana de alguns hormônios que regulam o apetite. Não é que isso vai fazer a pessoa engordar, mas existe maior tendência ao ganho de peso por conta desta alteração”, explica o especialista. Isso também faz com que o paciente tenha mais chances de desenvolver uma resistência periférica à insulina e, a longo prazo, diabetes.

Como reduzir os danos


Segundo Dr. Sérgio, o ideal é que a pessoa não passasse todas as noites em claro. No entanto, se isso for uma necessidade, como no caso dos trabalhadores noturnos, a principal medida a se tomar é controlar o ambiente. Algumas soluções são:

  • Reduza ao máximo a luminosidade do quarto com o uso de cortinas tipo blackout;

  • Procure ficar em um ambiente pouco ruidoso e confortável;
  • Durante a manhã ou antes do horário de dormir, evite o consumo de substâncias estimulantes, tais como café, refrigerantes de cola, guaraná e outros produtos com cafeína.

Via: Bolsa de Mulher

Emocionalmente evoluída!

Artigo Anterior

Parte de mim…

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.