A pior doença é a falta de amor. O melhor remédio é nos amarmos uns aos outros

3min. de leitura

O amor que nos mantém de pé. Amar a vida e tudo o que nela há de vivo é nosso princípio de todo o resto.



E se por aqui algo faltar, porque você e eu e todo mundo estamos afeitos a sofrer a falta de tudo quanto há, é certo que não vai nos faltar amor. Porque é o amor que nos mantém de pé. Amar a vida e tudo o que nela há de vivo é nosso princípio de todo o resto.

O amor por nossa gente, nosso ofício, nossos sonhos, o amor que nos empurra para a frente e nos mantém em movimento. Limpos e ativos seres que vivem e que amam! Ninguém sabe, mas aqui há de faltar trabalho, dinheiro, comida, paciência, remanso, simpatia. É da vida.

Os tempos não andam lá tão suaves. Há de faltar de tudo uma hora e outra. Até a nossa alegria. Ninguém sabe. Mas ainda que falte humor, não há de faltar amor.

Esse amor que enfeita os nossos dias e alimenta nossa esperança. O amor que sustenta as nossas pernas, esse amor uns pelos outros que vai nos manter no prumo.


Aqui o amor há de sobrar e se esparramar pelas ruas vizinhas. O amor vai sair de nós em espirros de ternura e contagiar quem estiver perto, ainda que distantes.

Nossos sintomas amorosos hão de se espalhar no vento e se reproduzir por todo canto, pegar nas roupas e nos cabelos de toda gente. Vão grudar nas solas dos sapatos dos pedestres, invadir os veículos motorizados e as casas fechadas. Infestar as quarentenas de afeto e compreensão, benquerença e amizade, carinho e perdão.

De um dia para o outro, em ampla e irresistível explosão exponencial, o planeta inteiro estará contaminado. Doente de amor irremediável.

E então os infectologistas e outros médicos de toda ordem, autoridades sanitárias e governos do mundo, órgãos internacionais de controle e seus especialistas cairão rendidos, entregues à realidade irremovível e peremptória: o amor é contagioso e contra ele não há cura.


Estaremos todos condenados a nos amarmos uns aos outros para sempre.

 

Direitos autorais da imagem de capa: Pexels.

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.