4min. de leitura

Antes de ser amor, era oração…

Quanto tempo levamos para encontrar o amor de nossas vidas?

Alguns podem dizer que esse tal amor não existe e por muito tempo foi isso que acreditei. Evitava falar sobre relacionamentos e sempre usava a mesma desculpa: Não tenho tempo para isso. Outros se vangloriavam por tê-lo encontrado e eu achava isso tão clichê.


O amor da minha vida esbarrou em mim no momento em que eu menos acreditava no amor. No momento em que eu não estava disposta a dar uma chance e viver uma história a dois. O amor da minha vida tropeçou muitas vezes, antes de me encontrar. Antes de ser amor, era amizade. Era sorriso canto de boca, era indecisão, era abraço e conversas longas. Antes de ser amor, era insistência e coragem.

Não era orgulho, era paciência. E então, aos poucos, o carinho foi virando aquele apego bom que a gente não consegue se imaginar sem; aos poucos, o que era conversa virou rotina.

Antes de ser amor, foi desafio, foi oração. E, hoje, sendo amor, eu quero o seu abraço depois de um dia cansado de trabalho, eu quero poder me abrigar no seu peito e ouvir a melodia das batidas do seu coração, antes de dormir.

Eu quero dividir a minha vida com você, quero caminhar ao seu lado e viver uma vida a dois.


Eu desejo tanto ter um lar para chamar de nosso! Como eu almejo chegar o fim do dia e te encontrar, sem despedidas no domingo e reencontro de saudades na sexta.

Eu encontrei em você mil e uma razões para ficar.

Antes de ser amor, era toque que me desmontava, era olhar que me derrubava e sorriso que me fazia sorrir. E, hoje, sendo amor, eu sei: Sempre foi você.


Eu não sabia quem seria, eu não sabia se viria, mas em você eu encontrei o cuidado do meu Deus.

Em você eu encontrei o amor mais puro, bonito e sincero, aquele amor que a gente só acredita vivendo. E, hoje, nosso amor é poesia que qualquer poeta gostaria de escrever, é melodia que acalma o coração, é remédio que sara as feridas. O nosso amor é abrigo nos dias de tempestade, é resposta de orações. Com você eu não tenho medo de planos, de revelar meus sonhos e de ser quem sou.

Antes de você não havia ninguém para ocupar esse lugar… não há ninguém como você para me amar. 

Seguimos juntos nessa história escrita por Deus, com erros e acertos, tentando todos os dias fazer dar certo, lutando por aquilo que chamamos e acreditamos ser amor. Esse amor que me faz sentir saudade numa quarta-feira qualquer é o mesmo que me alegra ao te ver, esse amor que me faz desejar logo o final de semana e torcer para a semana passar rápido.

Em você eu encontrei aquilo que sempre pedi ao meu Deus, em você eu vejo a disposição em mudar que sempre procurei, o cuidado e o carinho em falar. Em você eu vejo: Deus nos dá muito mais daquilo que pedimos.

Dedicado a Vinicios Colombari.

_______

Direitos autorais da imagem de capa: goodluz / 123RF Imagens


Gostou da nossa matéria? Clique aqui para assinar a nossa newsletter e receba mais conteúdos.



Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.