A árvore, a vida e os frutos que vêm de nós…

3min. de leitura

Não há árvore boa que dê mau fruto, nem tampouco há árvore má que dê bom fruto.



Este exemplo foi usado pelo divino mestre Jesus e está bem claro em Lucas 6,43 a 45. Essa foi uma forma que o mestre usou para demonstrar que nós somos responsáveis pelo que geramos.

Não há árvore boa que dê mau fruto, nem tampouco há árvore má que dê bom fruto.

Cada árvore é conhecida pelo seu próprio fruto; porque não se colhem figos de espinheiros, nem dos abrolhos se vindimam uvas. O homem bom do bom tesouro do coração tira o bem, e o mau do mau tesouro tira o mal; a boca fala do que está cheio o coração.


Somos assim como a árvore da mensagem citada, identificáveis no mundo que habitamos pelos frutos que geramos, através de nossas ações, hábitos e comportamentos.

Como disse o mestre, o fruto nos identifica a natureza e também o que temos em nossos corações através de nossas palavras.

A boca fala do que está cheio o coração.

Através deste ensinamento podemos e devemos nos alertar a nós próprios e aqueles que estão em nossos caminhos.


Se desejamos o bem para nós mesmos e para os outros, temos que ser como a árvore boa que dá os bons frutos e nos acompanhar também de outras árvores boas que também deem bons frutos.

Multiplicaremos esses bons frutos e abasteceremos os famintos que encontraremos à beira da estrada.

Ainda assim é preciso cautela, pois mesmo uma árvore boa pode ser atingida por uma erva daninha ou parasita e sugar-lhe as forças.

Portanto o “Orai e Vigiai” é uma vacina muito atual para nos defender e para que possamos continuar a gerar os bons frutos.

Saber inclusive que as boas árvores são as mais fortes do pomar, mas também as mais atacadas pelas pragas e parasitas.

A persistência no bem, no amor, no perdão são alguns dos bons frutos que Jesus nos alerta que podemos e devemos gerar.

Sejamos todos boas árvores que geram bons frutos e que nossas bocas possam falar, sim, daquilo que nosso coração estiver cheio.

Mas que estejam cheios de amor incondicional, perdão, humildade, tolerância e compreensão com nossos irmãos, pois estamos, sim, todos buscando nos  aperfeiçoar, refinando-nos  dia a dia.

Como sabemos todos: “A semeadura é livre e a colheita obrigatória”.

Sejam felizes e produzam os melhores frutos que puderem nesse divino pomar chamado “VIDA”!


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: oloway / 123RF Imagens

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.