Amor-PróprioColunistas

Às vezes, precisamos esquecer certas pessoas para cuidar de nós e do nosso coração

Eu já me afastei de muitas pessoas queridas por mim, as quais chamei de irmãs, de amigas, as quais carreguei no colo, em seus dias difíceis.



Eram pessoas às quais dificilmente eu dizia “não”, emprestava meu ombro para chorar, estendia a mão, quando as delas fraquejavam…

Eu já me distanciei de pessoas que eu jamais imaginei que um dia me trairiam ou decepcionariam, já me desapeguei delas e nunca mais voltei a confiar-lhes absolutamente nada.

Algumas delas sabiam o quanto significavam para mim, outras nem imaginavam a intensidade do meu gostar. O que quero dizer a você é que, às vezes, nós nos entregamos tanto a um sentimento que deixamos de lado o nosso coração, queremos tanto cuidar do outro que esquecemos de cuidar de nós, confiamos tanto nos tapinhas que recebemos e ignoramos o fato de que o ser humano é falho e que, muitas vezes, tropeça em suas fraquezas por não saber o verdadeiro sentido de um afeto sincero.

A vida um dia exigiu de mim crescimento, maturidade e amor-próprio, quando ela percebeu que eu arriscava demais meu coração naquilo que provavelmente me oprimia.

Deixei muita coisa para trás e caminhei de um jeito novo, diferente, sem me sentir tão obrigada a tantas coisas que não me valiam coisa nenhuma.


Às vezes, precisamos fazer algumas renúncias, deixar de lado certas situações e certas pessoas também, não por nos sentirmos “superdemais”, mas para cuidar de nós e fortalecer nosso coração, sem nos ferir tanto sem razão.

Às vezes, precisamos apenas nos afastar para colocar o pensamento no lugar e a alma para descansar. Eu decidi amar a Deus acima de tudo e todos, a me priorizar para depois do outro eu cuidar…


 

Publicado originalmente em Cecilia Sfalsin.


Antes só e feliz do que ao lado de um homem com quem eu me sinta um fracasso

Artigo Anterior

Deus tem um tempo determinado para tudo. Creia! Até o impossível ele fará acontecer!

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.