Ciência e espiritualidade: caminhos de equilíbrio e cura

5min. de leitura

“A ciência que nega a fé é tão inútil quanto a fé que nega a ciência.”

Esta frase provém do acervo de ensinamentos espirituais da missionária e médium clarividente conhecida como Tia Neiva que viveu no Brasil entre 30 de outubro de 1925 a 15 de novembro de 1985.



Este artigo tem a intenção de esclarecer como os seres humanos necessitam da assistência, tanto do mundo material, quanto do mundo espiritual, porque estamos todos em passagem temporária neste planeta e para cuidarmos de nosso equilíbrio físico, nós, como humanidade, criamos a ciência humana.

Mas como nossa estrutura corpórea ultrapassa o físico, nós não podemos aceitar uma ciência e negar a outra, o ser humano não consegue se equilibrar apenas com a ciência humana e também não pode apenas contar com a ciência espiritual, negando a ciência física material.

Espiritualizar-se ignorando o físico ou ser cético e materialista? Nem um e nem o outro, se soubermos respeitar as devidas proporções da vida daremos “a César o que é de César e a Deus o que é de Deus”.

Estas afirmações não têm a intenção de ferir conceitos nem de religiosos e nem de céticos ou mesmo ateus, pois cada ser humano é livre para escolher suas crenças e convicções, mas colocar a ciência e a fé na sua devida proporção em busca do equilíbrio, este é o chamado de reflexão deste artigo.


Haverá o dia em que, mesmo no crepúsculo da humanidade, os seres humanos, os profissionais da saúde serão verdadeiros experts, tanto na ciência física quanto na ciência espiritual e energética e os distúrbios e desordens físicas, mentais, emocionais e espirituais da humanidade serão tratados de acordo com suas origens, suas causas, e desaparecerão os tratamentos paliativos atuais, através dos sintomas, dos efeitos.

Enquanto não chegarmos a esse patamar, a esse nível, devemos usar a inteligência mental e espiritual em conjunto e extraindo a sabedoria nelas contidas, buscar o melhor e mais adequado desses dois canais, utilizando os tratamentos adequados que nos curem sem efeitos colaterais, sem prejuízos causados pelos tratamentos que muitas vezes são mais nocivos que as próprias doenças.

A humanidade ainda está confusa e sofrendo pela incompreensão, pela ignorância de que tudo está interligado em nossa estrutura interna, os chakras, os órgãos e sistemas físicos, a mente, as emoções e nossos interações espirituais causais, é a partir desta incompreensão que tratamentos inadequados em vez de ajudar a curar, adoecem ainda mais.


Não podemos ser radicais a ponto de só aceitar os tratamentos tradicionais físicos e também não podemos nos fanatizar crendo que somente a ciência espiritual ou a fé poderá nos ajudar, porque existe um ponto de equilíbrio em que ambos os caminhos se encontram e se fundem em um só caminho e levam ao equilíbrio e a cura.

Nos dias atuais grandes avanços científicos (a física quântica está entre eles) unindo a ciência e a espiritualidade já acontecem e acontecerão cada vez mais, e este será um dos maiores presentes que a humanidade dará a si própria.

Sejam felizes, ampliando suas consciências e equilibrando espiritualidade e ciência a serviço do equilíbrio e da cura da humanidade.


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: iakovenko / 123RF Imagens

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.