Confira o ranking dos signos mais dramáticos do zodíaco e descubra em qual posição você está

10min. de leitura

Desde 1929, nos Estados Unidos, a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas premia os profissionais do cinema pela excelência em seu trabalho no ano anterior, em 24 categorias. 



Além de melhor filme, duas outras categorias dão muito o que falar: melhor ator e melhor atriz. Se você já quis saber se algum signo em especial foi mais premiado pela Academia, vamos matar essa curiosidade!

Quer descobrir quais os signos mais dramáticos e que ganharam o maior número de estatuetas? Continue lendo!

1. Touro

Em primeiríssimo lugar, premiado 24 vezes pela Academia, está o signo de Touro!


Apesar de priorizar estabilidade e rotina, características que nem sempre estão presentes na carreira artística, esse signo de terra adora as coisas boas e belas da vida, inclusive arte.

Um filme nada mais é do que uma obra de arte, não é mesmo? Além disso, o signo de Touro costuma ser criativo e empreendedor, além de ser bastante ético, trabalhando com dedicação e persistência.

Das nativas de Touro, destacam-se Audrey Hepburn, em “Roman holiday” (1953) e Cate Blanchett, em “Blue jasmine” (2013). No grupo dos homens, os destaques ficam para Jack Nicholson, em “Um estranho no ninho” (1975) e, mais recentemente, Rami Malek, em “Bohemian rhapsody” (2018).



2. Áries

Perdendo a primeira colocação por apenas uma premiação, o segundo lugar fica com o signo de Áries.

Cheio de energia, esse signo de fogo gosta de sair da zona de conforto, então atuar é uma ótima oportunidade para fazer exatamente isso! Além disso, adapta-se muito bem às mudanças exigidas pela profissão. Também costuma ser bem objetivo e disciplinado, apesar de ter um pouco de dificuldade para seguir ordens.

Na lista de nativos de Áries premiados com o Oscar de Melhor Ator, encontramos Marlon Brando, em “O poderoso chefão” (1972), e Russell Crowe, em “Gladiador” (2000). A lista de arianas premiadas conta com a presença de Bette Davis, em “Perigosa” (1935) e Reese Witherspoon, em “Johnny & June” (2005).


3. Câncer e Capricórnio

Em terceiro lugar, com 19 premiações cada um, encontramos dois signos opostos: Câncer e Capricórnio.

O signo de Câncer gosta bastante de arte, música e literatura, e é bastante sonhador. Pessoas desse signo têm ótima memória, perfeito para memorizar roteiros, e são muito flexíveis no trabalho, o que facilita a adaptação a diferentes papéis.

Uma nativa de Câncer incrível é Meryl Streep, premiada duas vezes: em 1983, por seu papel em “A escolha de Sofia” (1982), e em 2012, por seu papel em “A dama de ferro” (2011). Um canceriano que também foi premiado duas vezes é Tom Hanks, por sua atuação em “Filadélfia” (1993) e “Forrest gump” (1994).

Uma das principais características do signo de Capricórnio é sua dedicação e responsabilidade, principalmente no trabalho. Seguir uma carreira artística é uma forma de atingir sucesso financeiro, uma das maiores preocupações desse signo de terra.

Uma capricorniana superdedicada à profissão é Diane Keaton, premiada por seu papel em “Noivo neurótico, noiva nervosa” (1977). Dos nativos de Capricórnio, destaca-se Anthony Hopkins por sua atuação em “O silêncio dos inocentes” (1991).


4. Leão e Escorpião

Com dezoito premiações cada um, Leão e de Escorpião ocupam o quarto lugar do ranking de signos mais dramáticos do zodíaco!

Não é surpresa nenhuma encontrar Leão em uma posição tão alta assim, afinal esse signo de fogo é ambicioso e adora ser o centro das atenções. Seu brilho natural faz com que ocupe posições de destaque. Por essas razões, profissões no meio artístico são ideais para quem nasceu sob esse signo.

Um leonino de destaque é Robert de Niro, premiado por “Touro indomável” (1980). No time das mulheres, destaca-se Charlize Theron, por sua incrível atuação em “Monster. Desejo assassino” (2003).

O signo de Escorpião, por sua vez, é muito intenso e um dos mais sensíveis do zodíaco, características necessárias e valiosas na hora de atuar. Pessoas nascidas sob esse signo de água são determinadas e sempre alcançam o sucesso.

Leonardo DiCaprio é um nativo de Escorpião supertalentoso, que foi premiado com um Oscar por sua atuação em “O regresso” (2015). Sua companheira de signo, Julia Roberts, é destaque por seu papel em “Erin Brockovich. Uma mulher de talento” (2000).


5. Libra

Se fugir da rotina pode ser difícil para alguns signos, para outros, como nosso quinto lugar, é uma tranquilidade. Com 16 premiações, nascidos sob o signo de Libra se dão muito bem no trabalho em equipe, o que é essencial na hora das gravações. Sua natureza diplomática e sua capacidade de enxergar diferentes pontos de vista também vêm bem a calhar na hora de representar diversos personagens.

Uma libriana de destaque é Janet Gaynor, premiada três vezes em um ano por sua atuação em “O anjo das ruas” (1928), “Aurora” (1927) e “Sétimo céu” (1927). Na lista de librianos premiados, o destaque vai para Michael Douglas em seu papel no filme “Wall Street. Poder e cobiça” (1987).


6. Virgem

Muito perfeccionista e detalhista, Virgem fica em sexto lugar, com catorze premiações. Sua natureza metódica faz com tenha bom desempenho no campo da atuação e leve seu trabalho muito a sério, dedicando-se muito para entender muito bem seus personagens.

Sophia Loren é um dos destaque das virginianas premiadas pela Academia por sua atuação em “Duas mulheres” (1961). Dos nativos de Virgem, Colin Firth chama a atenção por seu papel em “O discurso do rei” (2010).


7. Peixes

O signo mais sensível do zodíaco, Peixes ocupa o sétimo lugar do ranking dos signos mais dramáticos, contando com treze premiados.

Por conta de sua natureza emotiva, esse signo de água costuma ter os dois pés no mundo da imaginação e conta com dons criativos e artísticos bem aguçados, tornando seus nativos ótimos em profissões que exijam sensibilidade.

Uma pisciana de destaque é Elizabeth Taylor, que ganhou um Oscar por sua atuação em em “Quem tem medo de Virginia Woolf?” (1966). Quanto aos nativos de Peixes, Rex Harrison destacou-se por seu papel em “Minha bela dama” (1964).


8. Sagitário

Bem versátil e disposto a aproveitar novas experiências, projetos e ideias, o signo de Sagitário ocupa o oitavo lugar, contando com dez premiados pela Academia.

Outra característica que ajuda os nativos deste signo de fogo a terem sucesso no mundo artístico é sua capacidade de estudar e pensar de formas diferentes, essencial para fazer papéis cada vez mais diferentes. Também trabalham muito bem em equipe e são bem comunicativos e sociáveis.

Por seu papel em “Ray” (2004), o sagitariano Jamie Foxx conseguiu uma estatueta de ouro da Academia. Jane Fonda foi premiada duas vezes, por sua atuação em “Klute. O passado condena” (1971) e em “Amargo regresso” (1978).


9. Aquário

A paixão pela inovação e pelo diferente garantiu o nono lugar do ranking de signos mais dramáticos para Aquário, com oito premiações. Sua capacidade de estar disposto a aprender e seu gosto por aparecer fazem com que esse signo de ar consiga se dar bem na área cinematográfica.

Da lista de aquarianos premiados, o destaque vai para Paul Newman, por sua atuação em “A cor do dinheiro” (1986). Mais recentemente, a nativa de Aquário, Olivia Colman, recebeu um Oscar por seu papel em “A favorita” (2018).


10. Gêmeos

Em último lugar, para surpresa geral do mundo astrológico, está o signo de Gêmeos, com sete premiações. A surpresa se deve ao fato de este ser um signo muito sociável e com capacidade altíssima de se adaptar a qualquer situação, levando o título de “camaleão” do zodíaco, além de se destacar em tudo que envolva comunicação.

Talvez seja essa capacidade de mudar que deixou esse signo de ar em último lugar no ranking de signos mais dramáticos – geminianos podem se dispersar facilmente.

O geminiano John Wayne ganhou uma estatueta por seu papel em “Bravura indômita” (1969), assim como Nicole Kidman, que recebeu o prêmio de Melhor Atriz por sua atuação em “As horas” (2002).

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.