publicidade

Construa pontes…

Muitas civilizações, ao longo da história da humanidade, construíram muros ou muralhas para se protegerem ou para se separarem de outros povos.



Temos exemplos clássicos como a Muralha da China, também conhecida como a Grande Muralha, que foi construída durante a época Imperial da História da China, com objetivos militares para proteger a China contra a invasão dos povos do Norte.

No século vinte tivemos a construção do Muro de Berlim que foi erguido para realizar a separação física entre Berlim Ocidental e a Alemanha Oriental. Este muro perdurou durante vinte e oito anos e teve sua destruição em 1989. A cidade de Jerusalém possui até hoje as ruínas do muro que protegia a cidade contra os invasores.

Fazendo uma analogia dos muros às nossas vidas, é bem verdade que precisamos proteger nossas emoções de ataques destrutivos e que podem prejudicar nossa escolha pela liderança, mas um verdadeiro líder não pode construir muros entre o seu coração e de seus liderados, amigos, filhos e cônjuge.

É preciso proteger as emoções, mas também é muito importante a construção de pontes que farão a ligação entre os corações. E como fazer isso?


Temos um grande exemplo de como realizar a construção de pontos na forma como Jesus procedeu com os discípulos: dê sempre atenção, ouça e não apenas escute seus comentários, dê tempo de qualidade, descubra qual a linguagem de amor das pessoas, conforme podemos aprender no livro “As 5 linguagens de amor” de Gary D. Chapman. Invista tempo na vida de cada um de seus liderados, filhos e cônjuge.

Agindo assim, você construirá pontes entre os corações e estabelecerá um relacionamento sólido, de respeito e confiança.


Ainda há tempo, escolha a excelência!

Cristiano R. Costa

Baixe o aplicativo do site O Amor e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Amor. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.