Conte com o meu perdão, mas suma da minha vida!

4min. de leitura

 Nossa flexibilidade e tolerância muitas vezes nos fazer parecer trouxas perante todos. Perdoar é preciso, não devemos guardar lixo emocional dentro de nós. Mas até que ponto devemos compreender quem nos desgasta e tira nossa paz e alegria?



Pessoas tóxicas estão em todo lugar, inclusive nas nossas famílias e relacionamentos amorosos. Perdoar não significa aceitar, perdoar significa não deixar que o outro tire sua paz e nem deixe lixo emocional em você.

Somos legais tentando entender e perdoando, mas deixar a cobra por perto para dar um novo bote não é uma atitude sensata, muito pelo contrário é sinal de autoestima com problemas.

Perdoar uma traição é uma atitude nobre, perdoar duas ou mais e ainda sim manter a pessoa por perto dando chances e mais chances é uma atitude de autoflagelação.


conte-com-o-meu-perdao-capa-e-dentro

Muitas pessoas passam por traições e rasteiras na vida, algumas adoecem por conta da mágoa e do ressentimento, não conseguem perdoar honestamente e carregam essa dor por longos anos, e sempre que o assunto surge, os sentimentos voltam à tona, trazendo angústia.

É preciso ter em mente que muitas pessoas tóxicas se divertem com o sofrimento alheio. Existem males mentais e espirituais que fazem com que pessoas perturbadas precisem sempre se impor diante de quem julgam ser mais fracos, essas pessoas se alimentam da tristeza e do sofrimento que causam nas ouras pessoas.


Quantas mães colocam filhos uns contra os outros para impor suas vontades? Quantas pessoas traem seus companheiros, voltam, pedem perdão e cometem os mesmos erros? Quantos filhos maltratam os pais, irmãos e depois pedem desculpas, pouco tempo depois fazem tudo de novo.

O fato de termos ligação sanguínea e querermos sempre uma família unida, nos faz passar por cima de coisas intoleráveis.

Com amigos e colegas de trabalho, também enfrentamos fofocas e todo tipo de comportamento tóxico que nos causa muita raiva.

Precisamos trabalhar nossa segurança emocional para bloquearmos esse tipo de pessoa logo de cara. Precisamos ser seguros a ponto de faze-los entender que somos bons, mas não somos trouxas e não estamos dispostos a ser suas vítimas.

Deus quer sim que perdoemos nossos irmãos, mas também quer que sejamos capazes de compreender que devemos nos amar também, pois não amar a si mesmo, se deixar pisar e manipular é tão grave quanto prejudicar e fazer mal ao próximo.

Tentar interferir no caminho do outro com excesso de compreensão só te trará doenças emocionais e físicas.

No caso de familiares, mantenha uma distância emocional segura, você não precisa cortar da sua vida, o que você precisa é impor limites do tipo “nós nos amamos, mas sem respeito não quero você por perto”.

Não tenha medo de se proteger de pessoas falsas e manipuladoras, quem se alimenta da tristeza alheia não merece a chance de conseguir entrar na vida de ninguém para causar estragos.

conte-com-o-meu-perdao-foto-02

Se você está em um relacionamento onde precisa perdoar constantemente, onde é traído ou vive desconfiado, fique atento, Deus não quer que você maltrate a si mesmo.

Acorde, antes que fique doente! Todos merecemos amor e respeito, inclusive de nós mesmos!

Que Deus te abençoe sempre!

Luciana Lara

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.