Deixar para lá tudo que é negativo e lhe faz mal é o que você precisa para ser feliz

Às vezes, deixar para lá, pode ser o impulso que precisávamos para ir em frente.

Deixar ir tudo que é negativo e não faz falta para nossa felicidade, já é ser feliz. Mesmo que também fique para trás um pouco de nós porque, às vezes, deixar para lá, pode ser o impulso que precisávamos para ir em frente.

Não deixe para amanhã o que você pode deixar para lá!

Vivemos cercados de escolhas. São milhões de possibilidade mundo afora, enquanto nós somos apenas um único e particular ser. Então, para que manter em nossas vidas aquilo que não nos faz bem? Para que escolher o que é mais ou menos, se podemos ficar com o que nos completa? Para que optar pelo que nos traz energia negativa, preterindo o que nos deixa em paz?

A vida é o gastar de um tempo que não volta nunca mais. Por isso, deixe para trás tudo que não lhe acrescenta nada, tudo aquilo que você não acredita mais ou que não faz parte de quem você realmente é. Pode ser difícil desapegar, mas precisamos seguir um caminho bom, que nos faça sentir a leveza de uma vida alegre e feliz. Que alivie nosso peito e acabe com nossas preocupações.

Portanto, deixe rancores para lá. Tenha sede de vida, não de vingança. Dar um tapa só se for no visual. E pode ser um tapão mesmo. Uma mudança radical. Agora bater está liberado, desde que sejam muitas palmas, afinal, o que é bom deve ser valorizado.

E lute, dê um golpe no meio da preguiça. Nessa luta contra o desânimo, vale tudo, pois o prêmio do vencedor é a felicidade. Por isso, em vez de partir a cara de alguém, escolha partir aquele delicioso bolo de chocolate ou, então, partir para a cidade dos seus sonhos, em paz. E se não quiser levar nada, tudo bem, mas leve tudo numa boa porque só assim que se vive alegre.

Caso nada dê certo por lá, roube mesmo, um beijo de quem quer ser roubado.  Se não for suficiente, mate sem dó essa saudade de quem está longe, porque a única arma que o mundo precisa é o amor. Porque se for para morrer que seja de rir.

E se alguém tentar derrubá-lo, permita-se cair na gargalhada ou em si, mas jamais se deixe abater. Deixe também a guerra para lá, a não ser que seja uma guerra de travesseiros. E se for para enganar, que seja o estômago. Que a fome seja de vencer e a comida quente, mas o frio só na barriga, porque é ele que sinaliza o melhor da vida, como também é capaz de incendiar o amor, porque se for para colocar fogo, que seja na paixão. E se for para chorar, que seja de felicidade, é claro! E perca muitas coisas, principalmente, o medo de ser feliz e a vergonha de ser quem é.

Não deixe para amanhã o que você pode deixar para lá, porque, assim, em vez de esquentar a cabeça, você aquecerá apenas os corações de quem ama, porque a riqueza que vale mais que ouro é a da alma.


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: 123rf / tsnorth




Deixe seu comentário