ColunistasComportamento

Depois de algum tempo, entendi que nada vale a minha saúde mental, física e emocional

epois de algum tempo

Até alguns anos atrás, eu era uma pessoa extremamente impulsiva e reativa. Muitas coisas tinham o poder de me irritar. Eu tinha obrigação de responder rapidamente e de imediato a tudo.



O colega de trabalho que dava uma indireta, a vizinha que fazia fofoca, o ex que inventava uma mentira, o desconhecido que “me ofendia” na internet… Tudo era motivo para uma reação explosiva. Uma ariana legítima!

Obviamente, muitas vezes eu era muito prejudicada. Mas, mesmo quando “vencia”, eu me sentia cansada, estressada e triste depois destes embates.

Quando comecei a estudar sobre as leis do Universo, meditar e praticar os ensinamentos, percebi o quanto estava sendo ingênua. Reagir não é estar no controle. É justamente o contrário: suas reações dependem inteiramente das ações do outro. E é o outro quem você controla. As situações e pessoas ao seu redor.


E sabe por que você se sente péssima depois? Porque você desperdiçou tempo e energia. Usou seus recursos naturais de forma totalmente inútil. Então sofre.

Comecei a perceber que nada vale a minha saúde mental, física e emocional. Que eu estava sempre em guerra fora porque havia uma enorme guerra dentro de mim, que só eu poderia parar.

Entendi que não sou o juiz do mundo, que não tenho o direito de “fazer justiça” com minhas mãos, até porque, além do fato de o meu julgamento estar repleto de crenças, nada fica impune no Universo. E agora eu entendia suas leis.

Não me tornei monge. Obviamente, há coisas que ainda me irritam. Mas nenhuma delas me domina por muito tempo. Também canalizei a minha agilidade em resolver situações para o trabalho e descobri que pode ser muito útil.


Não me envolvo mais em brigas, porque estou realmente em paz comigo mesmo. Não gasto energia com nada. Invisto no que é útil. Já ouvi mentiras a meu respeito e, acredite, eu me vi rindo muito delas.

São mentiras e se dissolverão sozinhas. Já ouvi duras verdades também, e não briguei porque, se ressoou em mim, se são verdades, eu posso usar para melhorar e corrigir.

A vida se tornou muito melhor, mais leve. Convivo muito melhor com as pessoas à minha volta, porque estou em paz comigo.

Você pode viver em guerra ou em paz. A escolha é sempre sua!


Mais cedo ou mais tarde, a gente recebe da vida tudo aquilo que a gente dá

Artigo Anterior

Não espere o momento perfeito! O perfeccionismo te paralisa

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.