Depressão pós carnaval – o que o seu corpo quer lhe dizer?

7min. de leitura

O Carnaval foi embora e junto com ele a alegria de muita gente. Por que será a quarta-feira de cinzas é tão “cinzenta” para muitos? Se você é uma das milhares de pessoas que sentem depressão profunda após o Carnaval, abra os olhos, pois algo anda fora dos eixos dentro de você.



Como o corpo reage?

Claro que, biologicamente, existem respostas para isso. Depois de cinco dias de festas, loucuras, sem rotinas, sem horários, sem censuras é mais que normal sentir uma pequena tristeza e baixa de energia. Afinal você se manteve nos dias de Carnaval, com os níveis de adrenalina a top. Seu corpo passou por um estado de euforia exagerado, e é claro que agora ele precisa de um tempo para se recompor e voltar ao normal.

Foram horas em pé, dançando, gargalhando, comendo, dormindo pouco, acordando fora do seu horário habitual e ingerindo bebidas alcoólicas (a grande maioria).

É óbvio que seu corpo está pedindo:


– Pelo amor de Deus: cuide-me, e deixe-me descansar.

Aquela preguicinha básica de dois ou até três dias é super normal, porém, se você é daquelas pessoas que demoram até o próximo Carnaval para voltar a sentir felicidade, alguma coisa está errada.

Sua mente e seu corpo estão sinalizando claramente que algo o está incomodando.

Este incômodo pode ser por causa do seu trabalho, do seu relacionamento, da sua saúde ou outra questão que você faz “questão” em NÃO resolver, e segue empurrando com a barriga.


Não adianta fazer vista grossa para este chamado, achando que no próximo feriado esta sensação de vazio passará, que isso não vai acontecer.

Você precisa tomar uma atitude e resolver o problema.

Quem passa a vida toda na expectativa de feriados, férias e carnaval, não está contente com a vida cotidiana que leva. Seu corpo físico precisa de cuidados especiais!

Foram tantas toxinas acumuladas nesse carnaval que seria gentil com seu corpo ingerir alimentos mais saudáveis para ajudá-lo a eliminar os excessos acumulados, dentre eles:

  • Abacaxi para desintoxicar,
  • Gengibre para recuperar a voz e dar uma dose extra de energia,
  • Melancia para hidratar seu corpo,
  • Ameixa para ajudar a reorganizar seu intestino,
  • Couve, que é rica em proteínas, ferro, nutrientes e vitaminas, para ajudá-lo a se recuperar por inteiro,
  • Água, muita , água para purificar todo seu corpo.

Saudade dos bons momentos.

Claro que o Carnaval é legal, afinal é um momento de festa e alegria, onde você pode passar mais tempo com os amigos, família ou até, quem sabe, viver aquele romance de novela.

Mas na quarta-feira de cinzas as coisas voltam ao normal, os amigos voltam para suas casas, a família entra na rotina de colégio, trabalho, etc.

E os amores? Ah! Os amores de Carnaval… estes tomam seus rumos! Voltam para suas verdadeiras esposas, namoradas, cidades e até países.

E você, como fica? Chorando, lamentando e procurando um sentido para viver novamente. E este sentimento de vazio serve ainda para a depressão pós férias ou depressão do domingo à tarde.

O ano começa depois do Carnaval.

Aproveite esta frase para realmente dar um novo rumo para sua vida, liberte-se desta busca desenfreada por felicidade através desses estímulos externos. Assuma suas responsabilidades, resolva seus problemas, troque de emprego, crie um novo projeto de vida, etc.

Mas, por favor, crie uma rotina satisfatória na qual você sinta alegria em levantar de manhã.

Seja mais organizado e menos negligente com sua vida, só você pode mudá-la, mais ninguém.

Insira no seu dia a dia momentos agradáveis como:

  • Preparar um jantar para sua família e amigos,
  • Ir a um happy hour ou cinema;
  • Dançar;
  • Subir uma montanha num final de semana qualquer;
  • Conectar-se com a natureza, vale pisar no gramado de casa;
  • Parar de reclamar para todas as pessoas que cruzam seu caminho que você queria que ainda fosse carnaval;
  • Agradeça pelos bons momentos do que você viveu neste Carnaval;
  • Estipular para sua vida um plano de ação para não depender mais de feriado nenhum para ser feliz.

Seja feliz e alegre todos os dias, faça um Carnaval dentro do seu coração.

Quem nunca?

Confesso que, quando era mais jovem, eu sofria e muito com o fim dos feriados. Eu não queria que aqueles momentos tão divertidos, legais e alegres, terminassem nunca. Geralmente, Carnavais e feriados eu passava na praia com amigos, e quando mal terminava um feriado, eu já começava a preparar outro, para ocupar a minha mente com coisas divertidas, criando expectativas com o futuro e literalmente enterrando os problemas.

Mas chegou um momento em que a vida me deu uma rasteira e demorei mais de um ano e meio para me recuperar da “deprê pós carnaval”.

O problema não era o Carnaval, mais sim o que eu ocultava por trás dele. A insatisfação com o trabalho, a vida financeira sempre precária, as mágoas familiares, a negligência com meu lado espiritual, etc.

Com esta depressão veio o sinal de alerta que não dava mais para viver assim, que era hora de remexer na ferida, e encarar de frente os problemas, medos e angústias.

E foi assim, através dessa “deprê pós Carnaval” que aprendi a me conectar comigo. Compreendi que a alegria não estava nos feriados e nem nos finais de semana, mais, sim, nas atividades prazerosas que inserimos no nosso cotidiano.

A alegria está em trabalhar com o que amamos, em rir com os amigos (mesmo por telefone) e jantar numa segunda-feira com a família (na cozinha de casa mesmo).

A alegria está em viver o momento presente, O AGORA, sem criar expectativas, simplesmente desfrutar do que o momento tem para oferecer.

Alegria é estar em paz internamente consigo.

Quando passamos a aceitar que tudo na vida tem um fim, passamos a valorizar a vida e cada momento em que estamos nela.


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: denisfilm / 123RF Imagens

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.