“Deus coloca em nosso caminho anjos disfarçados de pessoas”…



É engraçado como as palavras me fogem quando penso em você…

O que me faz sentir é tão precioso, tão inigualável, tão eternamente sentido e tão imensamente profundo que textualizar tamanha grandiosidade de sentimentos chega a ser indefinível…

Por mais que eu pense, que procure por citações sobre amor, que assista a filmes, leia livros e mais livros sobre a arte de amar e de ser amada, ainda assim as palavras escapam de maneira que não sei como mantê-las comigo quando estou com você.

Tenho você…

Mas não posso tê-las…

Um dilema que tento decifrar…

Reticências seria uma definição para essa sucessão de sentimentos, emoções, atitudes e principalmente humildade para aceitar o que não se pode mudar…

Perdeu seu “ninho”, e mesmo com suas “asas” feridas busca por mais ramos e galhos para construir seu novo cantinho…

Sua modéstia e gentileza perante pessoas que fazem questão de não terem essa reciprocidade faz com que meu coração se encha de tristeza ao comprovar que nem sempre gentileza gera gentileza e que a humildade para certas pessoas é como uma “arma” para se deixar mais no “chão”…



E mesmo em meio a essas atitudes mesquinhas e repletas de críticas, você continua sorrindo, às vezes chora, porque não há coração que resista e é nessa hora que eu vejo o quanto ainda preciso aprender…

Sinto como se tivesse voltado à escola, só que agora a didática se dá através do que me faz sentir...

Apequeno-me diante da grandeza do seu jeito de ser e da sua resiliência diante de tudo.

Certa vez li uma citação que dizia mais ou menos assim: “Deus coloca em nosso caminho anjos disfarçados de pessoas”…

Talvez eu não consiga defini-lo, pois nunca antes em minha vida tive o privilégio de me deparar com alguém como você… um ser “alado”, “atingido” sem dó nem piedade…

Queria ter o poder de dar a você novas “asas”, de tirar o “peso” que o “voar” tornou-se para você…

Mas aprenderei a “voar”… e quando minhas asas baterem como as suas, voaremos em busca do nosso lar.


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: 123RF / teksomolika






Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.