Dicas para ter um relacionamento estável e harmonioso:

6min. de leitura

Coerência social – Dicas para ter um relacionamento estável e harmonioso:

Seja no trabalho ou em casa, devemos buscar sempre o melhor convívio para que nosso dia a dia fique mais leve



São Paulo, outubro de 2017 – A palavra “sociedade’ vem do latim societária, que significa associação amistosa com outros. Nada define tão bem o que deveria ser a vida em conjunto, coisa que nos últimos tempos está em falta. O relacionamento harmonioso das pessoas é cada vez mais deixado para trás. Vemos constantemente alguém buscando levar vantagem, mentindo, manipulando e, assim, as relações vão se enfraquecendo.

Preocupada com o rumo que os relacionamentos estão levando, a Personal Friend, Renata Cruz – que atua há 20 anos na área sendo amiga de aluguel, licenciada em Direito e com formação em Coaching e Desenvolvimento Pessoal – dá dicas para uma boa convivência.

“As pessoas estão distantes umas das outras, isolando-se e desaprendendo a conviver em sociedade, afetando relações familiares, amorosas e, até mesmo, entre amigos”, comenta.


“Mas, ainda temos como mudar isso”, afirma. “Como dizia o sociólogo polonês, Zygmunt Bauman, vivemos em tempos líquidos, nada é feito para durar. Em sua obra “Amor líquido”, ele mostra a dificuldade que o ser humano tem de comunicação afetiva, já que todos querem relacionar-se. Entretanto, não conseguem, seja por medo ou insegurança”, completa.

O segredo da felicidade não é a ignorância, tampouco a redução das expectativas. Riqueza e fama, obsessões dos mais jovens, também não garantem nada.

A chave para uma vida longa e feliz, revelam pesquisadores de Harvard, nos Estados Unidos, é a força dos relacionamentos – com o parceiro, principalmente, mas também com a família e amigos.

Entre família

Muitas vezes, nossa vida dentro de casa não é a das mais simples. Sob o mesmo teto pode haver conflitos de discordância de ideias, decisões e vontades. Segundo a Personal Friend, Renata Cruz, é nesse momento que devemos parar e prestar atenção em quem convive conosco. “Quando se tem uma rotina juntos, com a correria do dia a dia, deixamos de prestar atenção em quem vive conosco.


Precisamos saber que dentro de uma casa, entre família, pais e filhos, existe o limite da opinião. Todos têm o seu lugar de voz e direito de discordar de algo. Errado mesmo é não aceitar a visão do próximo. Todos devem se adaptar e sempre tentar buscar um consenso.” explica. “Mais do que todos se ajudarem, é ideal que a família se mantenha próxima e com programas juntos regulares. Seja um almoço, um passeio, o importante é ter essa consciência de união.”


A dois

No começo tudo parece um encanto, até que, com a convivência, deixa de ser. Mas você sabia que é possível, sim, manter o clima bom de início de relacionamento? Não existe uma fórmula perfeita, basta seguir certas dicas de convivência. “É importante sempre termos uma relação equilibrada, focada nos interesses dos dois, já que nem sempre as ideias se encaixam. Assim como em família, o ideal é conversar e chegar em um consenso a dois”, conta. “Crises de ciúmes e desconfiança sempre atrapalham, então, seja autoconfiante e seguro, tenha certeza de que quem está com você é porque o ama! Evite os “famosos” joguinhos, isso torna as coisas muito desinteressantes. Seja direto e fale o que sente. Se vir que alguma coisa está errada, converse ao invés de se isolar. E sempre dê a privacidade que seu parceiro (a) precisa, mesmo juntos, tem limite e a pessoa precisa de espaço. Uma boa relação é aquela que tem conversa e confiança”.


De amigo para amigo

Quando falamos de relacionamento, com a amizade não é diferente e, ao contrário do que muitos pensam, é delicado manter. Pensando pelo fato de que qualquer palavra em um dia ruim pode ser interpretada de uma maneira errada e desestabilizar a relação. “Aqui, como em todos os casos, conversa é a base de tudo. Seja sincero sempre, nunca tente se aproveitar de alguém só porque ele se diz amigo. Esteja presente, do mesmo modo que estariam por você, mas atenção, não faça isso esperando um retorno, faça de coração!”, reforça Renata. Seja no trabalho, na faculdade ou na vida, vale manter uma convivência de amigo para amigo, pois assim todos ao seu redor ficarão bem na sua presença e, consequentemente, você ficará bem consigo mesmo, sendo a relação mais importante da sua vida, você com você mesmo!


Para qualquer relacionamento

Neste tópico fica uma dica que vai para qualquer relacionamento, que é saber escutar. “Temos a necessidade de falar e, para isso, precisamos de alguém que escute, certo? Mas mais do que simplesmente escutar, é preciso tratar com carinho o assunto e colocar a sua opinião – quando necessário – de forma leve e que agregue de certa forma ao próximo”, enfatiza Renata Cruz.

_____________

Direitos autorais da imagem de capa: peus / 123RF Imagens

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.