5min. de leitura

É ano novo, Senhor, faz-me um vaso novo!

“O Senhor te guiará continuamente, falará a tua alma até em lugares áridos e fortificará os teus ossos; serás como um jardim regado e como um manancial, cujas águas jamais faltam.” (Isaías 58:11)


O ano passou voando, encerramos um ciclo, e é necessário que, “…esquecendo das coisas que atrás ficam, e avançando para as que estão diante de mim, prossigo para o alvo, pelo prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus” (Filipenses 3:14), enfrentando o ano novo com fé e esperança, agradecida pela oportunidade e chance de um novo começo.

É hora de reflexão. Não realizamos alguns planos, e quando chega o novo ano, vamos ansiosos estabelecer novas metas, outra vez alimentarmo-nos com sentimentos do novo de novo, acreditamos na energia que move o Universo e, confiantes e esperançosos, fazemos novos planos, acreditando nos pactos do Réveillon.

Buscamos primeiro nosso querer: ganhar dinheiro, viajar, encontrar o amor que preenche nossa vida, um novo emprego… tudo novo.


Acreditamos sempre que “o próximo ano será diferente”, tudo será diferente! Mas será que colocamos nossos planos nos planos de Deus?

Muitas vezes, impactados pela festa, pela alegria contagiante da noite da virada, esquecemo-nos de algo importante: é Deus que conduz cada um desses planos, da mesma maneira como guiou seu povo do Egito para Canaã, trajeto que não foi feito pelo caminho mais fácil e mais curto, mas tinha um propósito de ensinar que Ele era Deus, o Todo-Poderoso. Ele é capaz de nos guiar e suprir todas as nossas necessidades, seja em lugares áridos ou situações difíceis, nos começos e recomeços da nossa vida.

Deus é nosso guia, mesmo que o caminho seja longo e tenebroso. Pelo Seu Poder, seremos vencedores, se fizermos a Sua vontade. “O Senhor te guiará continuamente, falará a tua alma até em lugares áridos e fortificará os teus ossos; serás como um jardim regado e como um manancial, cujas águas jamais faltam.” (Isaías 58:11)

Só precisamos pedir que a vontade dEle coincida com a nossa, que aceitemos a ideia de ser moldados e transformados em vaso novo para merecermos tantas bênçãos“… transformem-se pela renovação da sua mente.” (Romanos 12:2b)


O transformar é um desafio diário para renovar a mente em busca do realizar dos sonhos. Deus tem planos elevados para a nossa vida. Os planos do Senhor são maiores que aqueles que desejamos na noite da virada entre tantos “adeus, ano velho; feliz ano-novo”, brindes e tintins das champanhas… Ele tem para nós planos maiores que todos os nossos sonhos. A soberania do Senhor prevalecerá além das nossas vontades que nos movem nos instantes mágicos e na alegria da virada, alegria que contagia. E acreditamos no renovo, que seja tudo de bom o que virá.

Que nosso interior também se renove

Deus escreve, a cada dia, uma nova página na nossa vida. Que os renovos pedidos ao Senhor não sejam apenas propósitos materiais, mas em especial do nosso coração, da nossa fé, do nosso espírito. “Cria em mim, ó Deus, um coração puro e renova dentro de mim um espírito inabalável!” (Salmos 51:10)

Tenha orgulho da sua história, pois cada experiência significou sabedoria. Redescubra-se nas fragilidades que não fizeram você crescer no ano que passou. Deus é nosso oleiro, podemos ter passado por lutas, decepções, anseios, mas o Criador quer fazer de nós vasos novos, Ele nos conhece e quer de nós apenas aceitação, que Lho permitamos trabalhar em nós, realizando o seu melhor projeto diário.

E para que o ano novo seja melhor, não depende só de mim, de você, mas principalmente dEle, que constrói nossa história num tão feliz e realizado ano, dia após dia. Mas Deus quer o nosso esforço e também a nossa fidelidade.

Que venha o ano novo. Oh, Senhor, faz-me um vaso novo!

 

Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Amor: 123RF Imagens.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.