ColunistasReflexão

“é claro que a coisa mais preciosa que temos é o tempo!”

¨É claro que a coisa mais preciosa que temos é o tempo¨  Steve Jobs.



Depois que li essa frase fiquei pensando, refletindo. É uma verdade absoluta. O tempo não volta para trás, por mais rico que sejamos não podemos comprar o tempo, o tempo não tem como guardar, como armazenar. O Tic-Tac do relógio é inexorável, não para.

Agora imaginemos que pudéssemos ter a possibilidade de guardar o TEMPO, estocá-lo, faze-lo parar. Imagine que se fechássemos os olhos o tempo não passaria, se ficássemos com os olhos fechados por 10 anos quando abríssemos estaria no mesmo tempo em que fechamos. Loucura né?

Mas imaginemos que fosse possível depositar nosso tempo num ¨BANCO¨. O TIME BANK. Que o tempo ocioso a gente pudesse depositar para ocupar lá na velhice, adiando nosso encontro com a morte.


e-claro-que-a-coisa-mais-preciosa-foto-02

Se isso fosse possível já pensou os tipos de pessoas que teríamos no mundo?


  1. O esbanjador, aquele que não depositaria 1 segundo e viveria como se fosse o último dia da sua vida;
  2. O poupador, aquele que depositaria cada segundo sempre pensando no futuro, como viver o amanhã, quando ele tiver tempo para… para o que mesmo?
  3. O consciente, aquele que viveria sua vida, economizaria alguns segundos para o futuro, mas não se sentiria escravizado ou culpado se nesse mês ele não depositasse nenhum segundo.

Sei que existiriam mais tipos possíveis, até mesmo aqueles que quisessem trocar o tempo guardado no TIME BANK por dinheiro ou outras coisas. Mas analisemos esses 3 tipos. Que tipo de pessoa você seria?

Eu seria uma mistura do tipo 1 e 3, viveria a vida, esbanjaria um pouco, pouparia um pouco e deixava o tempo transcorrer.


Mas se você for o tipo 2, que existem muitos e conheço muitos, que sempre estão vivendo para o amanhã.

Não vão viajar hoje porque tem que guardar um dinheiro para o amanhã, pois amanhã eles poderão adoecer e precisar deste dinheiro que seria gasto numa viagem. Não vão comer aquela comida que tanto apreciam ou beber aquele vinho porque tem que guardar o dinheiro para o amanhã, pois não querem passar por dificuldades no futuro. Essas pessoas não vivem no presente elas vivem no futuro, um futuro que nunca chega, pois ninguém tem certeza que vai acordar amanhã, que vai viver o amanhã, ninguém sabe o que o futuro lhe reserva.

Já pensou se este tipo de pessoa pudesse guardar o tempo para viver mais no futuro? Que tipos de pessoas seriam no futuro? Sempre economizando o tempo para terem mais tempo no futuro. Pessoas que teriam enormes quantias de tempo guardadas no TIME BANK que não conseguiriam gastar esse tempo, mas que tem que economizar cada vez mais. Seriam anciãos pré-históricos vivendo no futuro que nunca chega. E se esse tempo que elas economizaram fosse somente delas e elas não pudessem passar para ninguém, tivessem que gastar vivendo. O que aconteceria? Elas entrariam em depressão, ficariam malucas não saberiam viver, pois o que elas fizeram em toda a vida foi acumular tempo para viver no futuro. Seria o maior castigo da vida delas.


Em tudo na nossa vida temos que ter equilíbrio, sensatez. Não podemos ser sovinas em demasia, mas também não podemos ser esbanjadores. Temos que viver o hoje, pensar um pouco no futuro e lembrarmo-nos do nosso passado como um aprendizado e não com saudades daquele tempo que já passou.

Utilizando mais uma frase de Steve Jobs: ¨ Minhas coisas favoritas na vida não custaram dinheiro. ¨

É outra frase que nos faz pensar muito. Quantas coisas podemos gostar e que não custam dinheiro, mas nunca fazemos. Não fazemos por medo, por falta de tempo, por vergonha, por esquecimento, por preguiça, por deixarmos para fazer amanhã e este amanhã nunca chega. Faça um exame de consciência e veja tudo aquilo que você gosta de fazer e não custa dinheiro, crie uma lista e vá fazendo diariamente elas.


e-claro-que-a-coisa-mais-preciosa-capa-e-foto-01

Não esqueça: Não se deve escolher como viver a vida, pois a vida é para ser vivida em todos os momentos.

Paulo Cesar Rausch


Farmacêutico Bioquimico formado pela Universidade Estadual de Ponta Grossa

Farmacêutico na Farmácia Santo Antônio – Palmeira – PR

Ex Oficial do Exército Brasileiro


Peregrino do Caminho de Santiago por duas vezes.

Em busca de uma vida mais saudável e querendo repassar os conhecimentos.

Paulo Cesar Rausch

E aí, você vai ficar pra titia?

Artigo Anterior

E se ele não ligar? – não espere quem não está te esperando!

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.