É o medo da perda que põe tudo a perder!

2min. de leitura

27/03/2013 – Ter através do não controle



Se você está vivendo um momento que chega a ser mágico de tão maravilhoso, entregue-se, relaxe, aproveite e desfrute com abandono, nunca esquecendo que não há nada que garanta a perpetuação deste momento.

Ele é imponderável e não tem jeito.

Mas há uma forma, bastante usual inclusive, de estragar esse momento: é a de entrar com as ações de controle e de manipulação que, juntas, vão te colocar em estado de ansiedade tal que, por si só, fará com que você já não esteja mais vivendo este momento.


Perdeu!

O medo da perda é a maior perda.

Para que você possa viver o momento basta que você não tente possuí-lo. Ou você produz ou você vive. Ou você controla ou você vive.

O amor é a maior fonte de momentos maravilhosos que alguém pode desfrutar.


Não há gesto, nem olhar, nem sorriso, nem carícia, nem abraço e nem toque que naturalmente se repitam.

ISTO É QUE É ENCANTADOR NO AMOR!

A repetição já não é a coisa, é a vã tentativa de perpetuá-la.

Ocupe-se com sentir o amor, mesmo que ainda não esteja suficientemente manifesto em sua vida.

Fantasie o sentimento, as sensações, o clima, e deixe o resto nas mãos de quem sabe fazer: a natureza das coisas.

Quando o amor aparecer, faça a mesma coisa: ocupe-se em senti-lo e vivê-lo. Só e tudo isso.

É o medo da perda que põe tudo a perder.

Arly Cravo – Conteúdo do Livro: Foco No Afeto 

__________

Direitos autorais da imagem de capa: altanaka / 123RF Imagens

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

* Matéria atualizada em 18/05/2017 às 5:56






Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.