publicidade

É preciso recarregar as malas para iniciar um novo ciclo…

É tempo novo, alguns tempos se repetem. Mas nunca são o mesmo.



O dia nasce a cada amanhecer, mas um dia nunca é igual aos outros. Um ano vai e o outro vem. E a cada novo ciclo o desejo é sempre o mesmo. “Farei de tudo para recarregar minhas energias e seguir o meu caminho. Fazer o que ontem não fiz. A tarefa que não deu para cumprir. Farei de tudo para buscar o prazer, o alimento. O que me anima e o que me agrada.”

Esses são alguns desejos que sempre habitam em nós. Esses são os desejos do querer. E quando se quer se faz. Então, recarregue as malas para começar um novo ciclo.

Coloque tudo aquilo o que faria, se o seu desejo quiser. E transforme o teu tempo em algo esplêndido do que se querer. Alguns quereres são desafiadores, sofridos, incertos… Mas o fim, no despi dos seus desejos.

Há um sentido renovador que te faz vencer. Termina com muita verdade naquilo que o querer se torna real.


Recarregue as malas, jogue fora o que não serve. Se não serviu até hoje não adianta insistir em querer carregar.

Você sabe o que veste melhor sua alma. Você sabe o que de melhor te faz querer.


Não tenha medo de jogar fora o que não serve. Fique livre para seguir. Se tudo o que tem hoje, não preenche ou não cabe em sua mala, carregue vazia. Mas vá! Siga e encerre este ciclo.

Você tem todas as respostas. Não espere que alguém feche ou carregue a mala por você.

Bata a porta, feche o ciclo e vá. Acredite e confie. O que não se vive não se ver. O que se ver se conhece. De vez em quando abra a mala e veja o que ainda te serve. O que mais te serve – jogue fora.

Se está com medo, jogue fora. Se está com dúvida, busque respostas. Se quer ir, vá. Se quiser dizer, diga. Vá para dentro de si e fale o que estiver de dizer.

Cansou de carregar as malas sozinho(a), busque ajuda. Divida o peso, mas só você é capaz de se renovar e começar um novo ciclo.

Baixe o aplicativo do site O Amor e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Amor. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.