ColunistasReflexão

E se o jogo da vida te fizer voltar 5 casas?

E se o jogo da vida te fizer voltar 5  casas?

Afivelem os cintos que vamos passar por uma área de instabilidade. Frio na barriga, medo, pânico! E agora? Lá vem a vida chacoalhar o que até então estava bem e organizado. Sensação horrorosa, de tirar o sono, derramar lágrimas e nos apavorar com incertezas. Aí vem uma mensagenzinha da vida onde diz:



Zona de conforto: o lugar almejado, onde se acredita estar morando a paz. Ledo engano! Vamos mexer nela! Assinado: Sua missão.

Porque a vida manda mensagens, embora muitas vezes tenhamos preguiça de ler. Se a gente não lê, ela cutuca, se a gente não sente a cutucada, ela puxa a cadeira, se a gente não cai, ela tira o chão. Neste momento, chore brevemente, cada mexida tem seu tempo de luto, mas que seja breve para que a tristeza não vire sofrimento (o que é bem diferente), busque o equilíbrio e entenda que tudo tem um propósito.

Explico a regra deste jogo de forma breve!

Ao nascer somos colocados no início de um jogo de tabuleiro. Embora você não se lembre, você escolheu uma missão. Durante o jogo, de acordo com suas atitudes, regras impostas, caminhos tomados, você vai se esquecendo dela, entra e sai do tabuleiro diversas vezes. Até que você se apega à uma das casinhas do jogo, e decide ficar por ali. Esquece que tem que continuar andando pelo tabuleiro, afinal aquela casinha é tão legal! E você parou no meio do jogo, pois ali parecia ser o seu objetivo.

Se a vida mexeu, não era!


Missão ainda não cumprida, volte 5 casas! Você não veio ao mundo à passeio, aceite a chacoalhada e continue jogando. A vida é divertida, enigmática e gostosa de jogar. Mas requer equilíbrio, foco e amor. Afinal não é só um nascer, viver e morrer! Tem que jogar, tem que amar e tem que cumprir para que possa fluir!

Por Cintia Almeida, que ainda não tem clara sua missão, mas que após várias mexidas, continua andando pelo tabuleiro com sorriso no rosto!


E para quem também precisa de um Help nessa busca, deixo uma sugestão de leitura, “Propósito – A coragem de ser quem somos”, de Sri Prem Baba! Um livro delicioso de ler!

Fazer-se de vítima ou não? 12 citações perspicazes sobre vitimismo:

Artigo Anterior

Você é o tipo de pessoa pela qual esperarei…

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.