publicidade

E se você desligasse o piloto automático?

E se a partir de hoje você desligasse o piloto automático? Aquele que te mantém inerte, preso à rotina de acordar, trabalhar e dormir, sem pensar, sem sentir, sem prestar atenção em si e em nada ao redor.



Aquele piloto automático que fez com que você se acostumasse com as frequentes notícias de corrupção, que fez com que não mais sentisse a dor do outro, nem se espantasse mais com as notícias cada vez mais crescentes de violência, abuso e criminalidade. Aquele que te condicionou a reclamar para cada amigo, cada vizinho, cada colega sobre a crise econômica e política do país, todos os dias.

E se hoje você desligasse o piloto automático e vivesse de forma plena, sentindo, ouvindo e vivendo tudo ao seu redor? E se estivesse realmente presente?

DESLIGUE O PILOTO AUTOMATICO - FOTO 01

O mundo teria muito mais amor porque cada um de nós desenvolveria todos os dias a sensibilidade, a compaixão, o afeto. Olharia para a alma do outro, não para a casca que cada um se esforça em aparentar. Desenvolveria a percepção, muito além do que enxerga através dos olhos físicos. Perceberia as sincronicidades da vida e então teria a consciência de que os acontecimentos não são meras coincidências do dia a dia. Estaria mais suscetível para perceber os sinais e as intuições.


Ao estar no controle da sua vida, você se mantem presente, sensível e conectado a cada ação, cada movimento, cada sentimento e cada acontecimento para perceber as belezas e surpresas da vida.


Baixe o aplicativo do site O Amor e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Amor. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.