A ENERGIA DIVINA NO DIA A DIA…



Há tempos que aprendi que o “externo é apenas um reflexo do interno”. Nosso carro, nossa roupa, nossa casa, nosso armário, nossa pia da cozinha… tudo ao nosso redor é de nossa responsabilidade porque são “continuidades de nós mesmos”.

Se estamos correndo e a vida externa está nos consumindo, nos afastamos da nossa vida interior e, naturalmente, vamos deixando as coisas ao nosso redor mais bagunçado.  Quando me aprendi mais sobre isso passei a me forçar diariamente para guardar o que eu usava em seu devido lugar. Assim que me acostumei, percebi que este hábito realmente me ajudava também a ser organizada por dentro.

Com o tempo também aprendi a dizer para mim mesma: “ok se deixar a louça para a manhã seguinte”. Porque se é para lavar louças exausta e xingando, prefiro não fazer… Antes eu sentia culpa, mas aprendi que o que quer que eu faça, mesmo que seja lavar uma louça suja do jantar, preciso fazer com uma boa intenção. A boa intenção no caso é buscar a alegria em mim em deixar a cozinha limpa. Agora, se a alegria de não precisar lavar for maior porque estou exausta por outros motivos… tudo bem. Não preciso me crucificar. No dia seguinte, com disposição e alegria tudo ficará limpo e lindo.

A ENERGIA DIVINA NO DIA A DIA...

Gosto de uma frase que diz: a energia divina está em tudo, mesmo em partículas de pó. Se passar a esponja, retirando o pó, o divino estará ali também. A energia apenas transforma sua forma, mas está sempre presente. Honestamente, enxergo melhor e sinto a energia divina quando estou com a casa arrumada.



Pode parecer simples demais, mas nossas atitudes corriqueiras do cotidiano são sempre um convite para nos aproximarmos de nós mesmos, de nos percebermos e observarmos nossas emoções com atenção. Nosso “estado de espírito” está sempre dando pistas para nos entendermos melhor, nos acolhermos e por que não, nos transformarmos. Quanto mais simples a tarefa, mais as chances de termos insights.

A ENERGIA DIVINA NO DIA A DIA - FOTO 02

Atividades simples, feitas com nossa atenção e dedicação se tornam rituais. Adoro tomar banho ouvindo música clássica, assim como costumeiramente acendo velas na hora do jantar. Parece que ambos são expressões que alinham meu interno e meu externo fazendo eu me sentir ainda melhor. Busque por esses encontros com você. Cada momento da nossa vida pode ser ressignificado e ainda mais apreciado. Se perceba, observe como organiza suas coisas, seja os papéis na mesa do escritório, seja a gaveta de meias. Eles são continuações de você mesmo e a energia divina está lá. Arrume de uma forma que te faça enxergá-la.






Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.