5min. de leitura

Errou? Faz parte! Levante-se e comece outra vez!

Não existe ninguém que tenha realizado seus sonhos e objetivos de vida sem antes ter caído ou errado alguma vez.


Algumas pessoas mais positivas afirmam até que numa erraram, apenas descobriram como não se deve fazer algo ou que caminho não tomar.

A verdade é que vivemos constantemente em prova, caminhamos lado a lado com o erro e com a vitória, só precisamos ter inteligência para fazer a escolha certa e, se errar, bem, levante-se e comece outra vez. Não importa se você cair ou quantas vezes erre, o importante é o que fará após o errar. Existem algumas atitudes que devem ser tomadas todas as vezes que erramos, elas são simples, mas necessárias.

Permita-se aprender com seus erros

Pessoas de sucesso já provaram que erraram e muito, mas que aprenderam com o erro, muitos até se divertem contando sobre eles. Essas pessoas contam isso com calma e sinceridade não só porque estão realizadas agora, mas sim porque aprenderam com os erros e usaram inteligência emocional para lidar com o aparente fracasso.


Por isso, permita-se errar, ria da decisão errada que tomou e use-a como impulso para um salto maior e mais certeiro e, se cair novamente, tudo bem, tente outra vez. Reflita sobre o erro e perceba o que pode ser feito para evitá-lo, aprenda com ele e descubra onde ele ocorreu para evitar repeti-lo. Tenha maturidade para aceitá-lo.

Conserte suas falhas

Sabemos que errar é humano e que todos estamos fadados ao fracasso, inclusive, a derrota e o erro são mais fáceis. Uma atitude íntegra é reconhecer e consertar o erro. Às vezes, o erro é tão pequeno que podemos simplesmente jogar fora o sorvete que pedimos e não gostamos, e o único problema vai ser o dinheiro gasto, mas acontece, ao menos agora você sabe que não gosta daquele sabor.

Mas nosso erro pode ser grande e infelizmente impactar a vida de alguém ou de várias pessoas de forma negativa. Nessa hora, não se deve apenas reconhecer que errou, aprender que não se deve fazer aquilo e seguir em frente, ter caráter para reconhecer sim o erro, mas ir adiante, redimir-se e, se necessário, ir a público e contar a verdade e depois mostrar o que vai fazer para consertar o erro, aliás, nunca se esqueça de reparar seus danos.


Não se culpe

Pare de se punir a cada instante pelo erro. Se errou com alguém, desculpe-se e deixe no passado o assunto, pare de se sentir em dívida com aquela pessoa, aquilo está no passado e lá deve permanecer, o passado não aparece de surpresa, ao menos não deve. Deixe esse peso para trás.

Aproveite seus momentos, pare de ficar neurótico a cada atitude e escolha, aproveite a vida, viva-a! Não tenha medo de errar, porque, se errar, ao menos terá uma boa história para contar para seus filhos e amigos no futuro. Não se prenda tantos aos medos de falhar a ponto de errar por não ter errado. Sorria, ria, chore e fique irritado, não se prenda pelo medo. Viva intensamente todos os momentos da sua existência e tenha a certeza de que errar faz parte do viver e do ser humano.

Lembre-se: errou? Já foi, agora preste atenção e cuidado com o presente. São as ações do presente que indicarão seu futuro; planeje seu amanhã, mas nunca se esqueça de viver o agora por estar preso no ontem ou focado no depois.

 

Direitos autorais da imagem de capa: Fabio Spinelli/Unsplash.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.