ColunistasReflexão

Estou vivendo um caso de amor comigo, comprometida com a minha paz interior!

daniil lobachev bI2OqUuBVrc unsplash

Sim, estou apaixonada por mim mesma! Estou me fortalecendo para que minha saúde emocional se mantenha em dia. Pratico a meditação, o desapego e o esquecimento.



Estou deixando ir o que me faz mal e guardando apenas o que merece ser guardado.

Estou em lua de mel com o meu coração, e dizendo: eu me amo! Constantemente.

Estou do lado contrário do mal que me desejaram, estou aliada a uma força maior que emana o que preciso.


Não preciso da dor sufocando minha alma sem motivo, não preciso me acorrentar em promessas falidas em palavras sem sentido. Quero atitudes mais abertas, sentimentos mais plenos, gente se dedicando mais.

Estou indo para o caminho por que Deus me leva, que a vida pede, que o coração precisa. Não me rasgo, não imploro, não me destruo.

Quero felicidade, quero aceitar os bons momentos, quero participar mais ativamente da vida de quem merece felicidade, da vida de quem me quer bem.

Não me iludo, não prometo o que não posso cumprir, não ofereço o que não possuo. Apenas dou o que tenho no momento. Não desejo nada de ruim a quem quer que seja.


Busco o que me modifica, transforma, que me alegra e abre o meu olhar, afaga a minha alma, os meus sentidos e mostra o meu amadurecimento gradativo.

Não julgo, não apelo, não rebato o que cansa, o que esgota, o que fere, o que já foi mostrado como verdade diante do tempo.

Para que perpetuar o que me fere?

Chega de causar tanto desconforto no peito, chega de agir como se tudo estivesse bem.


Chega de tapar o sol com a peneira, chega de agradar a quem apenas quer ser agradado, mas que não me oferece um centavo de consideração.

Apenas estou vivendo uma relação única, uma relação sincera e aberta com o que sou.

Estou vivendo de acordo com a evolução do tempo, de acordo com o que preciso passar.

Se é de calma que preciso, cuido para que eu sinta tranquilidade espiritual. Porque a minha paz interior não tem preço!


O mundo lá fora já anda conturbado demais. Não preciso compactuar com coisas que maltratam sentimentos realmente honestos e humanos.

Estou a fim de vibrar e atrair mais amor e gentileza.

Porque hoje e sempre viverei um caso de amor comigo, e escolherei estar permanentemente em um relacionamento sério com a minha paz interior!


Responsabilidade afetiva é o ato de tratar com empatia e respeito os sentimentos do outro

Artigo Anterior

Acima de todas as coisas, existe um Deus que cuida de você e fará tudo para fazê-lo feliz!

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.