ColunistasReflexão

Faxinei a alma, fiz uma reforma íntima, deixei Deus agir em cada passo que dei…

anyaberkut 123

Depois de tantas idas e vindas, tanta coisa desgastada, tantos atrasos na hora da partida, compreendi todos os resgates que precisei atravessar.



Agora vivo sem demarcar lugares, sem esperar sentada até o dia amanhecer.

Hoje adormeço, descanso, deixo a consciência em dia, faço o sinal da cruz.

Foram tantas histórias, tantas memórias, tantos beijos roubados, tanto querer.


Às vezes, é preciso mudar o cenário, recriar a paisagem, dar-se tempo.

Às vezes, é o tempo mostrando que é possível conhecer novos personagens, novas histórias, viver sem tantos desenganos.

A vida é movimento, lugar para sonhar e descobrimento interior.

Cada permitir, cada distanciar, cada pincelada de fé na tela da vida é essencial para que o olhar siga em frente, para que Deus permaneça dentro de cada um, como sustentação espiritual.


Seguir é prosseguir de cabeça erguida, sem tanto lamento, é sentir que há sempre um novo amanhecer.

Todo crescimento vem daquilo que cada um aprendeu e levou consigo como lição de vida.

Estar atento aos sinais que se ativam dentro da alma é resposta ao que o coração percebeu.

Muita coisa passou feito cometa, muita coisa virou estrela. O essencial foi o que ficou.  E eu fiquei comigo. Venci meus medos e minhas instabilidades emocionais, cuidando do meu alicerce.


Faxinei a alma, fiz uma reforma íntima, deixei Deus cuidar de cada passo que dei.

Vivo em meu altar particular, sem pressa, sem desespero. Sagrada seja essa luz que faz morada em mim.

Acima de todas as coisas, existe um Deus que cuida de você e fará tudo para fazê-lo feliz!

Artigo Anterior

Tudo a que se dá atenção cresce. Vibre no amor, seja uma fonte de luz e boas energias!

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.